Resgate dependente químico. Dicas importantes

Curitiba, 13 de fevereiro de 2021, escrito por Gilson Rodrigues. A dependência química é uma doença que apresenta inúmeros problemas para a vida não apenas do usuário de substâncias químicas, mas também para os familiares e amigos, arruinando o lado pessoal e o profissional do dependente químico e não poupando nem mesmo as pessoas com quem ele convive. O resgate dependente químico, em grande parte dos casos, é a única solução para recuperar o dependente.

Para resgatar um dependente químico e encaminhá-lo para uma clínica de recuperação, no entanto, é necessário tomar alguns cuidados essenciais, que ajudem o usuário desde o primeiro momento, já que é no resgate que começa o tratamento.

Como acontece na maior parte das vezes, é bastante comum que um dependente químico seja levado à negação do uso de substâncias químicas, ao mesmo tempo em que rejeita toda e qualquer possibilidade de tratamento. Quando ocorre essa situação, os familiares precisam tomar a atitude correta, mesmo que seja necessário um resgate involuntário, conduzindo o dependente químico contra sua própria vontade para que seja possível recuperá-lo.

Em outros casos, contudo, o próprio dependente demonstra vontade de passar por um tratamento, quando percebe que está sendo levado à ruína pelas substâncias que está utilizando.

O resgate, dessa maneira, é o primeiro passo para o processo de recuperação dependente químico, já que é somente através de uma boa clínica de recuperação que ele poderá contar com toda a infraestrutura para combater a dependência.

Na clínica de recuperação, o paciente terá à sua disposição profissionais capacitados, como médico e enfermeiros, além de nutricionistas, psicólogos e psicoterapeutas para oferecer o melhor tratamento e atendimento. As clínicas de recuperação, além disso, oferecem o ambiente ideal para o dependente químico, deixando-o mais propício a receber o tratamento médico e terapêutico para poder retornar à sua vida normal.

Precisando de uma ambulância?

WhatsApp

Resgate dependente químico e sua importância

O resgate dependente químico pode ser feito de forma voluntária, involuntária ou compulsória. Qualquer que seja o método utilizado, o momento é de grande importância para o tratamento do usuário de drogas.

O primeiro contato é aplicado com toda a diligência por parte dos profissionais, colocando-se à disposição dos familiares para fazer a remoção do dependente dentro das condições que o seu quadro apresenta.

O primeiro contato é de grande importância, uma vez que é nesse momento que se estabelece uma estratégia eficiente para criar um vínculo com o usuário de drogas, transmitindo a ele toda a confiança necessária para que possa ser conduzido à clínica, onde poderá ser acolhido com toda a segurança.

No momento da redenção, a abordagem aplicada pelos profissionais é individualizada, havendo diferenças entre o contato e o transporte de homens e de mulheres, já que também o processo de tratamento e recuperação possui particularidades e diferenças específicas para cada gênero.

No contato com o dependente químico e durante todo o procedimento, seja um resgate voluntário ou não, a primeira condição estabelecida é o respeito à integridade física e mental do usuário de substâncias psicoativas, oferecendo a ele a confiança necessária para que ele se sinta seguro e não acuado ou perseguido, como acontece com a maior parte dos usuários, que apresentam delírios e algumas atitudes de mania de perseguição.

A redenção de dependentes químicos é sempre realizada por profissionais capacitados e treinados, devidamente habilitados para essa tarefa. O trabalho de remoção de pacientes é feito 24 horas por dia, podendo ser demandado em qualquer horário, desde que haja necessidade.

Esses cuidados todos são tomados e conduzidos com a maior seriedade pelos profissionais, já que o momento do contato e da remoção do paciente é o primeiro passo para sua recuperação.

Todo o processo aplicado com todos os cuidados faz com que os familiares também tenham mais tranquilidade com relação à situação do dependente químico, sabendo que estão tomando as medidas necessárias para que ele possa se recuperar e retornar ao convívio com a família, os amigos e sua vida profissional.

Para solicitar o resgate de um usuário de drogas, por isso, é importante fazer a escolha da melhor empresa e conduzir o paciente a uma clínica que tenha uma equipe multidisciplinar própria para oferecer toda a terapia, em todos os níveis, tanto físico quanto mental e espiritual.

A partir do momento em que a família solicita a internação, a equipe de resgate dependente químico toma todas as informações para estabelecer um plano estratégico que atenda as condições do paciente e de sua família. Essa equipe pode ser formada pelo condutor do veículo e por um enfermeiro e, no caso de necessidades mais graves, também por um médico, que irá prestar os primeiros socorros ao paciente, principalmente se ele estiver sofrendo convulsões ou condições mais sérias de saúde.

Estamos online para te ajudar! Fale com nosso especialista:

Veja nossas avaliações

Diana Vilarinho
Diana Vilarinho
18. Julho, 2022.
Verificada
Excelente, prestativos, atenciosos , tratamento muito bom. Nota 10. Utilizei o serviço de remoção para consulta. Muito bom.
Maria L Diniz
Maria L Diniz
16. Julho, 2022.
Verificada
Um excelente atendimento! 🙏💜
Daiane Rosolen
Daiane Rosolen
8. Julho, 2022.
Verificada
Atendimento top! Sr. Gilson muito prestativo e super atencioso no atendimento telefônico. Eu agradeço pela gentileza. Coisa rara hoje em dia.
Carolina Luhm Crivellaro
Carolina Luhm Crivellaro
4. Julho, 2022.
Verificada
Excelente atendimento pela equipe.
Ozana Storck
Ozana Storck
21. Junho, 2022.
Verificada
Serviço de excelência
Rosa Pelizari
Rosa Pelizari
1. Junho, 2022.
Verificada
Realizei alguns exames com a Brasil e fui muito bem atendida. Os profissionais são pontuais, educados e qualificados. Obrigado pelo ótimo atendimento.
Izabel Martins Campos
Izabel Martins Campos
23. Maio, 2022.
Verificada
Valmir Mendes
Valmir Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Maria Mendes
Maria Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Rosimeire Ribeiro
Rosimeire Ribeiro
5. Maio, 2022.
Verificada

WhatsApp

Tipos de resgate dependente químico 

A equipe de resgate dependente químico é devidamente preparada para atender a qualquer condição, tanto para pacientes voluntários quanto para involuntários ou compulsórios.

A atuação dos profissionais sempre é feita de forma discreta e dentro das condições estabelecidas para não causar qualquer tipo de problema ou de coação do paciente, além de situações constrangedoras para seus familiares.

O salvamento de um dependente químico pode ser feito de forma bastante simples, quando existe colaboração por parte dele, ou seja, fazendo o transporte do paciente do local em que ele estiver até a clínica de recuperação indicada pela família, podendo ser acompanhado por profissionais que terão total controle sobre a situação.

O transporte e remoção simples normalmente acontece quando o dependente está de acordo com o tratamento e busca se recuperar.

É certo, no entanto, que nem todas as situações são do mesmo tipo. Uma pessoa que está totalmente envolvida com drogas pode ter o seu processo de decisão comprometido, não fazendo uso de seu livre arbítrio em razão de um maior consumo e de intoxicação pelas substâncias.

As drogas podem interferir em suas condições psíquicas e emocionais, levando o dependente a se tornar evasivo ou violento, principalmente quando está passando pela abstinência. A dependência cria essa situação e o usuário não consegue ficar sem consumir drogas.

Quando isso ocorre, o processo de consumo evolui para pior e cada vez o paciente terá menos condições de tomar decisões, não tendo controle sobre si mesmo. Em muitos casos, o dependente químico pode violar valores morais, cometer atos ilícitos e até mesmo agredir os familiares que estejam impedindo o consumo de drogas, tornando-se uma pessoa perigosa.

Nesses casos, deve ser feita a internação involuntária. Esse tipo de internação é feito para conseguir conduzir o paciente contra sua vontade para que passe por um processo de desintoxicação.

Depois de livre das substâncias químicas em seu organismo, ele poderá ter novamente condições de tomar as decisões, sabendo o que é melhor para o seu futuro e optando pelo tratamento.

O Nacional Institute on Drug Abuse, dos Estados Unidos, estabelece alguns princípios para o tratamento da dependência química e, entre eles, um dos mais importantes é sobre o tratamento involuntário que, dependendo das condições do paciente, deve ser aplicado.

No Brasil, a internação involuntária é estabelecida pela LEI Nº 13.840, DE 5 DE JUNHO DE 2019, determinando que pessoas da mesma família que o dependente podem solicitar a internação involuntária, podendo haver necessidade de medicação para o transporte do dependente até a clínica e, nesse caso, podendo ser necessário o acompanhamento médico.

dependente químico

Para o resgate e internação involuntária, os familiares precisam obter todas as informações sobre a clínica de recuperação, da mesma forma como o fariam no caso da internação voluntária, mas dando maior atenção a questões como a segurança do local, para evitar que o paciente possa fugir, sobre os sistemas de contenção, sobre os medicamentos usados e o tempo em que o paciente poderá passar para o tratamento voluntário.

Assim, é importante conhecer pessoalmente as instalações e conversar com a equipe médica responsável.

Entende-se que a internação involuntária é uma decisão das mais difíceis para a família, mas ela deve ser considerada quando não existem mais opções. Afinal, é a única maneira de demonstrar amor pelo dependente e impedir que ele acabe com sua própria vida.

O salvamento de um dependente química também pode ser feito de forma descaracterizada, situação em que o dependente é abordado pela equipe em trajes civis, sem os uniformes de trabalho e sem um veículo caracterizado, evitando que o mesmo possa ter reações agressivas, permitindo também mais discrição.

Com o pretexto de aproximação combinado previamente com os familiares, a operação de resgate descaracterizado pode ser aplicada sem gerar qualquer tipo de tumulto.

Essa forma de remoção do dependente químico pode ser aplicada quando o usuário está em surto psicótico, ou quando as drogas tomaram totalmente sua mente, podendo fazer com que coloque em risco sua própria vida ou a de terceiros.

Nesse tipo de transporte muitas vezes é necessário sedar o paciente para o seu transporte e, para isso, a equipe também conta com acompanhamento médico.

Internação e sua importância para o tratamento de drogas

A internação de um dependente químico é um passo importante para o tratamento e recuperação de usuários de drogas. Para isso, é necessário escolher uma clínica de tratamento que ofereça garantia de resultado no final do processo.

Para a família, não deixamos de ressaltar, é um processo difícil e complicado, uma vez que a internação se apresenta como única opção de recuperação, podendo eliminar o problema e fazer com que a família volta à sua vida normal.

Felizmente, nos últimos tempos, o número de clínicas que oferecem esse tipo de tratamento está aumentando, além do que a maior parte delas oferece toda a infraestrutura para promover a reabilitação dos dependentes químicos.

Para quem ainda apresenta qualquer dúvida com relação à escolha de uma clínica de recuperação de usuários de drogas, é importante seguir algumas recomendações passadas pelos próprios médicos:

Conhecer o perfil da clínica de recuperação

Os familiares devem procurar informações sobre a clínica de recuperação, verificando, principalmente, os seguintes detalhes:

Conhecer a abordagem terapêutica aplicada;

Analisar se a clínica está trabalhando de acordo com as normais letais;

Saber sobre a reputação da clínica de reabilitação, principalmente com pacientes que já passaram por um tratamento;

Verificar se a equipe de profissionais é habilitada para o tratamento dependentes químicos;

Conhecer pessoalmente os profissionais que irão participar do tratamento.

Nesse caso, é importante salientar que grupos comunitários não estão habilitados para fazer a internação involuntária, podendo trabalhar apenas com pacientes voluntários.

WhatsApp

Conhecer a estrutura da clínica de reabilitação

O segundo ponto a ser analisado é a estrutura física da clínica de reabilitação antes do resgate dependente químico, conhecendo todo o local e a equipe e verificando, principalmente:

Se o ambiente é mantido limpo e higienizado;

Se as instalações onde o dependente irá ficar são adequadas;

Como é feita a alimentação dos internados.

Os familiares também devem conversar com a equipe de colaboradores da clínica, procurando saber como é aplicada a medicação e como são solucionados os possíveis conflitos entre os dependentes internados.

Conhecer a especialidade da clínica

Cada tipo de dependência apresenta suas próprias particularidades e, dessa maneira, o resgate e a internação para tratamento deve ser feita em local adequado para cada usuário.

Os familiares, portanto, devem verificar se a clínica oferece o tipo de tratamento para a dependência apresentada pelo usuário de drogas.

dependente químico

Conhecer a duração do tratamento e o programa

Para cada dependente químico existe um determinado tratamento. Assim, todo e qualquer tratamento de desintoxicação pode demorar um tempo diferente e, portanto, é preciso ter atenção com relação a locais que ofereçam tratamentos rápidos e de curta duração.

Para que o tratamento possa ser mais eficiente, é preciso contar com uma equipe multidisciplinar e com uma terapia específica, aplicada por médicos e psicólogos, além de outros profissionais de saúde.

Conhecer os medicamentos utilizados

Existem tratamentos que exigem a aplicação de medicamentos e os familiares precisam ser informados sobre isso antes de o paciente ser resgatado e encaminhado à clínica.

Essa informação é importante, uma vez que existem medicamentos que podem também criar dependência e, nesse caso, o usuário de substâncias psicoativas poderá se tornar dependente de remédios.

Conhecer o tipo de alimentação fornecida

A maior parte dos dependentes químicos, no momento da remição mostra uma saúde fragilizada e, portanto, é importante saber se a clínica possui no seu quadro clínico uma nutricionista capacitada.

Os usuários de drogas se tornam mais vulneráveis a determinadas doenças, como tuberculose e anemia, por exemplo, e a alimentação precisa oferecer condições de recuperação física.

Entender a dependência química como doença

Para solicitar o resgate dependente químico, os familiares devem entender que a dependência é uma doença e não uma falha de comportamento ou desvio de conduta.

Entendendo que o usuário de drogas está sendo por elas dominado é importante para que se possa tomar a melhor decisão para sua internação.

Entender que o dependente não é capaz de tomar decisões

As drogas fazem com que o usuário se torne seu escravo, impedindo que possa tomar a melhor decisão para sua vida. Portanto, o resgate dependente químico e sua internação devem ser atitudes dos familiares.

Não se deixar levar por outras opções oferecidas pelo dependente

Os familiares, além disso, não devem se influenciar pelo dependente e por suas atitudes. Quando dominado pelas drogas, uma pessoa pode facilmente enganar qualquer outra, procurando se manter em contato com as substâncias.

A melhor coisa a ser feita é procurar convencer o dependente a ser internado para tratamento e, quando isso não se mostra possível, o resgate e a internação compulsória são o meio mais adequado para mantê-lo em segurança.

dependente químico

Oferecer amor e compreensão ao dependente

Mais do que tudo, o que a família deve fazer com o dependente é oferecer carinho, amor e compreensão. O dependente não deve ser acusado ou condenado por sua condição e, por mais difícil que possa ser no primeiro momento, é preciso que todos se mantenham ao seu lado.

Agindo de forma contrária, a família só irá afastar o dependente, podendo conduzi-lo às ruas, onde sua condição física e mental irá se tornar ainda pior. Esse tipo de atitude pode condenar o dependente à morte.

Ter consciência de que a dependência não tem cura

Saber que a dependência química é uma doença incurável é crucial para conduzir o dependente depois de sua recuperação.

Os familiares devem conversar a sério com um médico psiquiatra da própria clínica sobre essa questão, entendendo que, depois do resgate, da internação e do tratamento, devem acompanhar o dependente químico para evitar que ele tenha recaídas.

 Se você tem algum familiar que não aceita ajuda, procure o tratamento e encontre uma empresa de resgate dependente químico. O dependente, no futuro, vai agradecer.

dependente químico

WhatsApp

Saiba mais:

Gostou desse artigo? 

Últimas Notícias
Categorias
ambulância qual valor

Ambulância qual valor?

Curitiba, 05 de agosto de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Com certeza você concorda com a afirmação de que os serviços de ambulância são vitais

Leia mais »