19 de julho de 2023
Post por: Gilson Rodrigues de Siqueira

Contato da Ambulância: Saiba como acionar o serviço de emergência médica

contato da ambulancia

Curitiba, 17 de julho de 2023, escrito por Gilson Rodrigues. Contato da ambulância. Quando se trata de emergências médicas, é essencial saber como entrar em contato com a ambulância. O contato da ambulância é o primeiro passo para receber atendimento de urgência e transporte para o hospital. Existem diferentes tipos de ambulâncias que oferecem diferentes tipos de atendimento, por isso é importante saber qual é a melhor opção para a sua situação.

Uma das opções mais conhecidas é o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que pode ser contatado pelo número 192. O SAMU é uma rede de atendimento médico que oferece atendimento pré-hospitalar em casos de emergência. Quando você liga para o SAMU, um técnico de atendimento telefônico coleta informações sobre a emergência e encaminha a chamada para um médico regulador, que pode prestar orientações de socorro e enviar uma ambulância se necessário. Além disso, existem também empresas particulares que oferecem serviços de ambulância para casos de emergência e transporte de pacientes entre hospitais. É importante ter em mente que esses serviços geralmente são pagos e podem variar em qualidade e eficiência.

Quando Acionar o Contato da Ambulância

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) é fundamental para prestar socorro imediato em situações de urgência e emergência que possam levar a sofrimento, sequelas ou morte. As urgências podem ser de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras. É importante acionar a ambulância em casos de risco de vida, quando a vítima precisa de cuidados médicos imediatos e não pode ser transportada por outros meios.

Algumas situações que exigem a atuação do SAMU são:

  • Suspeita de infarto ou AVC;
  • Dores no peito de aparecimento súbito;
  • Acidentes com produtos perigosos;
  • Urgências psiquiátricas;
  • Vítima inconsciente;
  • Agressão por arma de fogo ou arma branca;
  • Soterramento ou desabamento;
  • Crises convulsivas;
  • Intoxicação exógena ou envenenamento;
  • Afogamentos;
  • Engasgo;
  • Intoxicação;
  • Trabalhos de parto em que haja risco de morte para a mãe e para o feto;
  • Tentativas de suicídio;
  • Acidentes;
  • Choque elétrico;
  • Maus tratos;
  • Crises hipertensivas.

Ao acionar a ambulância, é importante fornecer informações precisas e claras sobre a situação, a localização e as condições da vítima. Os profissionais do SAMU são treinados para prestar atendimento pré-hospitalar qualificado e encaminhar o paciente para o hospital mais adequado ao seu caso.

Caso a situação não exija atendimento médico imediato, é possível optar por uma ambulância particular, como a Brasil Emergências Médicas, que oferece atendimentos de urgência e emergência 24 horas por dia, 7 dias por semana. No entanto, é importante lembrar que o SAMU é um serviço público e gratuito, e deve ser acionado sempre que houver necessidade.

Tipos de Ambulâncias

As ambulâncias são veículos essenciais para o transporte de pacientes em situações de emergência ou para transferências inter-hospitalares. Existem diversos tipos de ambulâncias, cada uma com suas especificidades e equipamentos adequados para diferentes situações.

Ambulância Tipo A

ambulancia tipo a

A ambulância tipo A é utilizada para o transporte de pacientes sem risco de vida, remoções simples e de caráter eletivo. É composta por um motorista e um técnico de enfermagem, além de equipamentos básicos de suporte à vida, como oxímetro, esfigmomanômetro e estetoscópio.

Ambulância Tipo B

ambulancia tipo b

A ambulância tipo B é indicada para o transporte de pacientes em risco de vida, mas que não necessitam de atendimento no local. É equipada com uma maca, aparelho de oxigênio, desfibrilador, monitor cardíaco, entre outros equipamentos. A tripulação é composta por um motorista socorrista e enfermeiro ou técnico de enfermagem.

Ambulância Tipo C

ambulancia tipo c

A ambulância tipo C é uma UTI móvel, indicada para o transporte de pacientes em estado grave que necessitam de suporte avançado de vida, como ventilação mecânica, monitorização cardíaca e medicamentos. A tripulação é composta por um médico, um enfermeiro e um motorista socorrista.

Ambulância Tipo D

ambulancia tipo d

A ambulância tipo D é voltada para o transporte de pacientes em trabalho de parto ou com suspeita de infarto ou AVC. É equipada com uma maca, aparelho de oxigênio, monitor cardíaco, desfibrilador, entre outros equipamentos. A tripulação é composta por um motorista socorrista e enfermeiro obstetra ou técnico de enfermagem.

Ambulância Tipo E

ambulancia tipo e

A ambulância tipo E é indicada para o transporte de pacientes vítimas de agressão por arma de fogo ou arma branca. É equipada com uma maca, aparelho de oxigênio, monitor cardíaco, desfibrilador, entre outros equipamentos. A tripulação é composta por um motorista socorrista e enfermeiro ou técnico de enfermagem.

Ambulância Tipo F

ambulancia tipo f

A ambulância tipo F é utilizada para o transporte de pacientes com intoxicação exógena ou envenenamento. É equipada com uma maca, aparelho de oxigênio, monitor cardíaco, desfibrilador, entre outros equipamentos. A tripulação é composta por um motorista socorrista e enfermeiro ou técnico de enfermagem.

Em casos de acidentes, a ambulância é essencial para transportar as vítimas para o hospital. É importante lembrar que cada tipo de ambulância é projetada para atender a uma necessidade específica, por isso é fundamental escolher a ambulância correta para garantir o melhor atendimento possível.

Contato e Informações Adicionais

Em caso de emergência médica, é fundamental saber como entrar em contato com o serviço de atendimento móvel de urgência. O número da ambulância pública é 192 e está disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana. O atendimento é gratuito e pode ser acionado por qualquer pessoa que necessite de assistência médica pré-hospitalar.

O SAMU 192 é um serviço de saúde que oferece atendimento móvel de urgência em todo o Brasil. Ele é composto por equipes de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem altamente capacitados para prestar assistência em casos de emergência médica, como infarto, queimaduras, suicídio, produtos perigosos, agressão, traumas com vítima, entre outros.

Ao ligar para o 192, é importante fornecer informações precisas sobre a natureza da emergência, a localização e o estado de saúde da vítima. Isso ajudará a equipe de atendimento a avaliar a complexidade do caso e encaminhar a assistência necessária para estabilizar a saúde da pessoa.

Em casos de risco de morte para a mãe e para o feto, alteração súbita na fala, perda de força em um lado do corpo, desvio da comissura labial, inconsciente, falta de ar intensa, queimaduras graves, entre outras emergências médicas, é fundamental acionar o SAMU 192 imediatamente.

O serviço de atendimento móvel de urgência é um dos pilares da política nacional de atenção às urgências do Ministério da Saúde. Ele está disponível para atender a população em residências, locais de trabalho, vias públicas e outros locais onde houver necessidade de assistência médica pré-hospitalar.

Em casos de transferência inter-hospitalar de doentes graves, o SAMU 192 também pode ser acionado para prestar assistência no transporte da pessoa de um hospital para outro. Isso garante que a vítima receba a assistência necessária durante todo o processo de transferência.

Em resumo, o SAMU 192 é um serviço de atendimento móvel de urgência que oferece assistência médica pré-hospitalar gratuita e de excelência em todo o Brasil. Ao acioná-lo em casos de emergência médica, é possível garantir que a vítima receba a assistência necessária para estabilizar sua saúde e evitar sequelas.

Saiba mais:

Gostou desse artigo?