Choque elétrico: quais os primeiros socorros?

Um acidente que envolva um choque elétrico pode causar sérios danos ao corpo da vítima, como problemas cardíacos, queimaduras graves e alterações neurológicas. Por isso, ao presenciar esse tipo de ocorrido, saber como agir é fundamental para preservar o estado de saúde da vítima.

Pensando na importância de entender os tipos de choques elétricos e o que fazer nessas situações, a Brasil Emergências Médicas reuniu tudo o que você precisa saber sobre o assunto neste artigo. Veja a seguir!

Precisando de uma ambulância básica ou avançada para você ou seu familiar?

Clique aqui e fale com um especialista ambulância 24 horas

O que é e quais os tipos de choque elétrico?

Quando uma pessoa está sujeita a uma descarga elétrica que passa pelo seu corpo, ela toma um choque elétrico. Os efeitos do choque elétrico no corpo podem variar de acordo com a sua intensidade, podendo ir desde formigamento até queimaduras graves de terceiro grau.

Além disso, existem três tipos diferentes de choques elétricos, sendo eles descargas atmosféricas, estático e dinâmico. Veja sobre cada um deles:

1. Descargas atmosféricas: também chamadas de raios, são enormes descargas elétricas entre nuvens e a terra de altíssima corrente.
2. Estático: é o choque recebido a partir da descarga de um capacitor. Alguns materiais e equipamentos possuem a capacidade de acumular e reter energia elétrica, descarregando posteriormente em alguém.
3. Dinâmico: tipo comum, ocorrido ao tocar em elementos energizados de energia elétrica, como tomadas.

Quais os efeitos do choque elétrico?

Ao receber uma descarga elétrica no corpo, ou seja, tomar um choque elétrico, é possível perceber inúmeros efeitos no organismo. Claro que a natureza e intensidade irão variar e, portanto, causar diferentes efeitos.

Veja os possíveis efeitos de um choque elétrico:

● Formigamento;
● Inibição dos centros nervosos, inclusive dos que comandam a respiração, o que pode ocasionar em uma parada respiratória;
● Variação no ritmo cardíaco, o que pode gerar uma fibrilação ventricular e uma parada cardíaca;
● Queimaduras profundas, necrosando o tecido;
● Os efeitos térmicos e eletrolíticos da corrente elétrica podem causar alteração sanguínea;
● Perturbação no sistema nervoso;
● Contração dos músculos do tórax, causando dificuldade respiratória e perda de consciência.
● Paralisia por tempo determinado dos órgãos respiratórios, ocasionando em dificuldade ou incapacidade de respirar.
● Quando há tensões elevadas, é possível ocorrer a queima dos tecidos da pele nos pontos de entrada e saída do choque.
● Fraturas ocasionadas pelos espasmos musculares.
● Morte.

Alguns fatores influenciam nos efeitos causados pelo choque elétrico, como:

● Expansão da corrente do choque elétrico pelo corpo;
● Tempo que dura o choque elétrico;
● Tensão elétrica;
● Área e pressão em que o choque está em contato;
● Condições em que a pele se encontra;
● Região do corpo em que recebe o choque;
● Características físicas da pessoa, como o peso e altura;
● Estado de saúde
● Natureza da corrente elétrica (C ou CA)
● Frequência da corrente elétrica.

Quais as possíveis complicações do choque elétrico?

O choque elétrico, apesar de ser um acidente comum, é extremamente perigoso e pode causar algumas complicações irreversíveis ao corpo. Estar atento a todos os cuidados necessários para prevenção e primeiros socorros é essencial para minimizar os seus efeitos e sequelas.

Veja abaixo algumas possíveis complicações do choque elétrico:

1. Problemas cardíacos
A sobrecarga elétrica pode originar problemas cardíacos na vítima. Uma corrente elétrica mais baixa que atinja o coração, pode causar arritmia cardíaca, que exige atendimento médico de emergência para estabilização do quadro. Caso a corrente seja mais alta, ela irá paralisar o órgão, levando a uma parada cardíaca e, como consequência, a morte.

2. Queimaduras
A intensidade da corrente elétrica também pode determinar o grau da queimadura. Correntes mais elevadas podem causar queimaduras de terceiro grau e comprometer os órgãos internos, causando outras complicações, como por exemplo, insuficiência renal. Vítimas de choque elétrico que causem queimaduras precisam de tratamentos específicos para se recuperarem.

3. Lesões neurológicas
As correntes elétricas também podem afetar o sistema nervoso da vítima, por comprometerem a estrutura do nervo, gerando neuropatias. Tonturas, dores intensas, dificuldade para movimentar os músculos e dormências dos membros são alguns dos efeitos causados pelo choque repetidos e intensos nos nervos.

Sinais e sintomas das vítimas de choque elétrico

Convulsões – contrações musculares involuntárias;
● Sensações de formigamento;
● Dificuldade respiratória;
● Ausência de pulsação;
● Alterações do ritmo cardíaco – arritmia;
● Queda rápida da pressão arterial;
● Pupilas dilatadas;
● Cianose – coloração da pele roxo-azulada.

Quais os primeiros socorros para choque elétrico?

Agora que você já sabe os efeitos e possíveis complicações do choque elétrico, é importante entender quais os primeiros socorros nessas situações para salvar a vida da vítima e amenizar possíveis sequelas.

Veja a seguir como agir em casos de choque elétrico:

1. Desligue ou corte a fonte energia

Os choques acontecem a partir de uma fonte de eletricidade, por isso, é preciso verificar se a vítima continua em contato com a fonte para interrompê-lo. Analise ao redor do local para desligar ou cortar de uma forma que não seja atingido. Vale lembrar para não ter nenhum tipo de contato com a vítima antes de desligar ou cortar a fonte elétrica.

2. Afaste a vítima da fonte elétrica

Vítimas que recebem descargas elétricas de forma contínua, como de equipamentos eletrônicos, podem ficar em estados graves. Portanto, caso não seja possível cortar a fonte de energia (jamais toque na vítima enquanto a fonte ainda estiver causando choque elétrico na vítima), busque alguma forma de interromper o contato utilizando materiais que não condutores de corrente elétrica, sempre com muito cuidado.

3. Chame uma ambulância

Assim que contato entre a vítima e fonte de corrente elétrica for eliminado, acione um serviço de ambulância particular ou público imediatamente. Afaste, com cuidado, a vítima do local do ocorrido para evitar que ocorra o contato com a fonte novamente e uma nova descarga elétrica. Aguarde o serviço de emergência, como o da Brasil Emergências Médicas, para um atendimento especializado e eficiente.

4. Certifique-se de que a vítima está consciente

Caso a vítima esteja acordada, acalme-a, dizendo que o atendimento de emergência já está a caminho e vai chegar o mais rápido possível. Se ela estiver inconsciente, mas ainda respirando, coloque-a de lado. Se ela não apresentar respiração ou pulso, é necessário realizar massagem cardíaca, para estimular o fluxo sanguíneo e voltar com com a oxigenação de órgãos como cérebro e coração, além de respiração boca a boca.

Normas e legislações aplicadas aos primeiros socorros

Existem algumas normas técnicas da NR-10 a respeito dos choques elétricos. Além disso, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), determina que pessoas que trabalham em área elétrica precisam estar familiarizadas com os primeiros socorros em casos de acidentes com choque elétrico. O Código Penal Brasileiro também apresenta pena àqueles que omitiram socorro às vítimas.

Como evitar um choque elétrico?

Tomar medidas que evitem os choques elétricos é a melhor forma de não passar por essa situação. Muitas vezes os acidentes acontecem por pequenos descuidos ou negligências. Portanto, veja algumas maneiras de preveni-lo:

● Realize revisões periódicas das instalações e fiações elétricas da sua casa (lembre-se que instalações irregulares ou clandestinas aumentam as chances de acidentes e curto-circuito);
● Sempre que perceber alguma tomada esquentando ou algum eletrodoméstico apresentando faíscas, desligue imediatamente e busque um profissional para analisar a situação da rede elétrica;
● Jamais ligue vários aparelhos na mesma tomada, sobrecarregando-a;
● Quando for mexer em alguma instalação elétrica, não esqueça de desligar o disjuntor;
● Tampe as tomadas e deixe os fios fora do alcance de crianças para evitar acidentes;
● Busque ler as instruções antes de começar a instalação de algum eletrodoméstico;
● Ao desligar um aparelho, faça pelo plug e não pelo fio.

Em casos de emergências, conte com a Brasil Emergências Médicas

Se precisar de uma ambulância em Curitiba em casos de acidentes envolvendo os diferentes tipos de choque elétrico, conte o atendimento da Brasil Emergências Médicas. Com mais de 15 anos de experiência e os melhores profissionais, realizamos um socorro rápido, ágil e seguro.

 

Últimas Notícias