Ambulância tipo E: o que é e para quais situações é indicada?

Curitiba, 24 de fevereiro de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Que a ambulância tipo E presta um serviço essencial para a sociedade todo mundo sabe. No entanto, a verdade é que a demanda tem se tornado cada vez maior e um tanto específicas. Diante disso, há uma busca para tentar se adequar às novas exigências.

Por conta disso, ambulâncias com diferentes abordagens foram surgindo. E isso serviu para beneficiar ainda mais a população. Afinal de contas, há pessoas que moram em locais mais afastados e que, portanto, são de mais difícil acesso.

No entanto, todo mundo tem o direito de receber atendimento de qualidade. Afinal de contas, trata-se da saúde e da vida de cada um. E, quanto a essa questão, todo cuidado é pouco, e procurar um serviço de qualidade, que atenda a demanda de todos, torna-se fundamental

Em vista disso, surgiram diferentes categorias de ambulância, as quais serviram para prestar serviços de maior qualidade. Algumas servem para atendimento neonatal, por exemplo. Outras, destinam-se para o suporte básico de vida.

Entretanto, há aquela que é ideal para casos mais graves, quando o paciente corre alto risco de vida. Mas, e em relação à ambulância tipo E, o que ela é? Trata-se de um transporte para suporte avançado de vida? Se sim, qual é o seu diferencial?

A verdade é que a ambulância E é bem mais específica e presta um serviço fundamental, que poucas empresas têm essa estrutura. Sendo assim, se você quer saber mais a respeito desse assunto, é só continuar nesse artigo. Sem mais delongas, vamos ao que importa!

Precisando de uma ambulância?

WhatsApp

O que é a ambulância tipo E?

Em suma, nada mais é que um tipo de resgate avançado de vida aérea. Ou seja, é quando existe todo um trabalho para fazer a remoção médica de um paciente por vias aéreas. É uma situação bastante delicada e que, por isso, demanda profissionais muito bem preparados para a situação.

Por ser uma atendimento de suporte avançado à vida, o veículo que irá efetuar o transporte precisa estar de acordo com todas as exigências. Afinal de contas, o paciente que está em um veículo como esse, tem o seu quadro clínico instável.

Sendo assim, além de precisar de todos os equipamentos para garantir a sua sobrevivência, também é preciso levar em consideração a tripulação. Contudo, em relação aos equipamentos que devem constar numa aeronave, isso vai depender.

E isso acontece porque o transporte aéreo se utiliza de dois tipos, a depender da situação. Para transporte entre hospitais, por exemplo, utiliza-se uma aeronave de asa fixa ou rotativa, já que é mais preparada para situações como essas.

Agora, se for preciso fazer uma ação de resgate, como é uma situação um pouco mais delicada, o ideal é fazer uso de uma aeronave de asa rotativa. Mas em ambos casos, os equipamentos devem ser homologados pelo Departamento de Aviação Civil.

Estamos online para te ajudar! Fale com nosso especialista:

Veja nossas avaliações

Diana Vilarinho
Diana Vilarinho
18. Julho, 2022.
Verificada
Excelente, prestativos, atenciosos , tratamento muito bom. Nota 10. Utilizei o serviço de remoção para consulta. Muito bom.
Maria L Diniz
Maria L Diniz
16. Julho, 2022.
Verificada
Um excelente atendimento! 🙏💜
Daiane Rosolen
Daiane Rosolen
8. Julho, 2022.
Verificada
Atendimento top! Sr. Gilson muito prestativo e super atencioso no atendimento telefônico. Eu agradeço pela gentileza. Coisa rara hoje em dia.
Carolina Luhm Crivellaro
Carolina Luhm Crivellaro
4. Julho, 2022.
Verificada
Excelente atendimento pela equipe.
Ozana Storck
Ozana Storck
21. Junho, 2022.
Verificada
Serviço de excelência
Rosa Pelizari
Rosa Pelizari
1. Junho, 2022.
Verificada
Realizei alguns exames com a Brasil e fui muito bem atendida. Os profissionais são pontuais, educados e qualificados. Obrigado pelo ótimo atendimento.
Izabel Martins Campos
Izabel Martins Campos
23. Maio, 2022.
Verificada
Valmir Mendes
Valmir Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Maria Mendes
Maria Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Rosimeire Ribeiro
Rosimeire Ribeiro
5. Maio, 2022.
Verificada

WhatsApp

Para quais situações a ambulância tipo E é recomendada?

Assim como a ambulância tipo A é ideal para situações específicas, o mesmo ocorre com o tipo E. Mas, como se trata de um veículo para situações emergenciais, utiliza-se apenas nesses contextos, os quais podem ser de resgate ou traslado.

Então, quando uma pessoa sofre algum acidente em uma área remota, e precisa de atendimento ágil, deve-se contatar um serviço como esse. Isso se torna ainda mais essencial quando o acidente aconteceu em um local distante de um hospital, por exemplo.

É comum que haja serviço de transporte aeromédico quando há algum acidente em topos de montanhas, por exemplo. E isso acontece porque é um local de difícil acesso e que costuma ficar mais distante de hospitais e clínicas.

Fora isso, a ambulância tipo E é ideal para casos em que o paciente precisa ser transferido de unidade hospitalar. Isso é mais comum quando o paciente deve passar por uma cirurgia, por exemplo, mas o hospital em que ele está não possui estrutura.

Nesse caso, há necessidade de transportá-lo para uma outra unidade que seja capaz de fazer esse procedimento. E, como o quadro clínico do paciente é instável, ele precisa ser acompanhado de profissionais.

Em suma, essas são as duas situações em que é preferível que o transporte seja feito por uma ambulância do tipo E. São casos mais específicos, mas que há grande necessidade para a sua solicitação.

Quais aeronaves podem atuar como ambulância tipo E?

Assim como a ambulância tipo D precisa de um veículo adequado para fazer o transporte, o mesmo ocorre com as demais categorias. Na maioria das vezes, o tipo D precisa de uma ambulância tipo furgão, mas e no caso do serviço aéreo?

Para que uma aeronave possa atuar nessa condição, ela deve passar por toda uma inspeção, a fim de averiguar se está de acordo com as regulamentações. Mas, no geral, as aeronaves que podem atuar como ambulância tipo E, são:

ambulancia tipo e

Citation Jet 2

Trata-se de uma aeronave com uma ampla envergadura e tem uma cabine mais extensa, o que é ideal para os equipamentos, medicação e a tripulação. Ademais, o Citation Jet 2 garante muito mais conforto aos passageiros e ao próprio paciente.

Fora isso, por ser uma aeronave equipada com motores potentes, garante rapidez e satisfação em todos os seus voos. Inclusive, o Citation pode chegar a uma velocidade média de 700 km/h. Dessa forma, faz com que a vítima chegue mais rápido ao local.

Da categoria, essa é a aeronave que mais tem espaço no bagageiro. Sendo assim, torna-se possível reunir todos os equipamentos para o transporte.

Pilatus PC12

Essa é uma aeronave monomotor, mas com uma excelente performance. E isso acontece porque o Pilatus é equipado com toda a aparelhagem para fazer o serviço de remoção médica. Ademais, a aeronave chega até 480 km/h.

Esquilo B

O esquilo B é conhecido como um dos melhores helicópteros executivos do mundo. Além de ter uma autonomia de 550km e autonomia de 2h30, a cabine é toda climatizada com ar-condicionado, o que consiste em mais conforto.

Fora isso, é o mais espaçoso da sua categoria, além de cumprir desde missões curtas até mais longas, sem perder o conforto.

Como deve ser a tripulação da ambulância E?

No mínimo, esse tipo de serviço deve constar com três pessoas fazendo parte da tripulação, sendo eles:

  • Piloto;
  • Um médico;
  • Um enfermeiro.

Isso pode variar de acordo com a situação, isto é, a equipe médica pode ser maior, a depender do caso. Contudo, o mínimo que se exige é esse.

ambulancia tipo e

Quais são os outros tipos de ambulância?

Além do tipo E, há outras ambulâncias, as quais servem para atender outras demandas da sociedade. Dentre elas, podemos citar:

Ambulância tipo A: trata-se do serviço básico de resgate à vida. Ou seja, é aquele em que o paciente precisa de atendimento, mas não corre risco de vida.

Ambulância tipo B: também não há risco iminente à vida do paciente. Nesse caso, não há necessidade de intervenção médica no local e/ou durante o translado.

Ambulância tipo C: trata-se da ambulância para transporte. Ou seja, ideal para vítimas de acidentes ou pacientes em locais de difícil acesso.

Ambulância tipo D: nada mais é que um serviço de suporte avançado à vida. Ou seja, é quando o paciente corre riscos iminentes à vida. Por isso, a estrutura da ambulância é análoga à UTI.

Ambulância tipo E: aeronave de transporte médico.

ambulância tipo F: veículo motorizado para fazer serviços aquaviários.

ambulancia tipo e

WhatsApp

Saiba mais:

Gostou desse artigo? 

Últimas Notícias
Categorias
ambulância qual valor

Ambulância qual valor?

Curitiba, 05 de agosto de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Com certeza você concorda com a afirmação de que os serviços de ambulância são vitais

Leia mais »