Kit de primeiros socorros para empresas: tudo o que você precisa saber

Toda empresa que preze pelo bem-estar e segurança de seus colaboradores deve ter um kit de primeiros socorros a disposição para casos de emergências. Apesar de ser uma atitude simples, algumas organizações acabam esquecendo dessa ferramenta e colocando a saúde de seus funcionários em risco.

Montar um kit de primeiros socorros para empresas pode acabar gerando dúvidas, uma vez que é importante ter os equipamentos corretos e adequados. Pensando nisso, a Brasil Emergências Médicas preparou um guia de como montar um kit de primeiros socorros, para que assim, você evite riscos em sua empresa. Confira!

Precisando de uma ambulância básica ou avançada para você ou seu familiar?

Clique aqui e fale com um especialista ambulância 24 horas

Por que é importante ter um kit de primeiros socorros na empresa?

Proporcionar segurança e os primeiros cuidados em casos de acidentes aos colaboradores ou clientes no ambiente da sua empresa indispensável. Um kit de primeiros socorros garante um atendimento básico de emergência capaz de auxiliar a vítima até a chegada do profissional capacitado para situações como essa.

Por isso, montar um kit de primeiros socorros adequadamente é fundamental para organização do ambiente corporativo. Além dele, treinamentos de primeiros socorros aos colaboradores para adquirirem o conhecimento das técnicas necessárias para poder salvar vidas.

Qual a legislação a respeito do kit de primeiros socorros para empresas?

Independentemente do tamanho da empresa, é obrigatório a presença de um kit de primeiros socorros como determina a NR-7.5.1, do Ministério do Trabalho e Emprego. É determinado na norma que todos estabelecimentos são obrigados a estarem equipados com todo o material necessário à prestação de primeiros socorros. Além disso, é preciso considerar as características da atividade desenvolvida manter o material armazenado em um local adequado e com os devidos cuidados necessários, monitorados por uma pessoa treinada para tal.

A NR-7.5.1 também estabelece que:
● As empresas devem assegurar a realização do PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional);
● Deve arcar com os custos de todos os procedimentos relacionados ao programa;
● Precisa ter um médico do trabalho, que pode ser empregado do local ou não para coordenar o PCMSO.

Além desta norma, há também a Lei nº 102/2009 — Regime Jurídico da Promoção da Segurança e Saúde no Trabalho, que visa garantir a execução das práticas.

Como montar um kit de primeiros socorros?

kit-de-primeiros-socorros

Para montar um kit de primeiros socorros ideal, é necessário seguir as orientações do PCMSO. Esse programa irá especificar os procedimentos que a empresa precisa realizar, padronizando as condutas e minimizando os riscos.

Os itens presentes nos kits podem variar de acordo com o ramo de atuação e o porte da empresa. Entretanto, alguns instrumentos básicos são essenciais para garantir o socorro rápido de indivíduos acidentados no perímetro da empresa. Confira:

● Caixa para armazenamento dos produtos: as caixas de armazenamento de produtos são obrigatórias nas empresas. É onde será mantido todo o kit.
● Antisséptico: impede a proliferação dos micro-organismos e realiza a higienização dos ferimentos.
● Atadura de crepe: ideal para imobilizar e enfaixar a área lesionada;
● Algodão: é usado para a limpeza e esterilização de ferimentos;
● Bolsa térmica: usada para fazer compressas quentes ou frias, a depender da área e do ocorrido.
● Curativos adesivos: ideal para lesões e cortes pequenos.
● Esparadrapo: permite fixar os curativos, impedindo que eles saiam do ferimento e os expostos.
● Gaze: ideal para realizar a limpeza e utilizada para compor o curativo.
● Hastes flexíveis: utilizadas para uma limpeza mais específica no local do ferimento;
● Luvas cirúrgicas: ideal para manter a higiene e evitar infecções, uma vez que impede o contato direto com o ferimento.
● Pinça: instrumento que ajuda na remoção de resquícios superficiais que tenham penetrado alguma região do corpo.
● Soro fisiológico: utilizado para a limpeza do ferimento.

Outros equipamentos necessários:
● Termômetro
● Tesoura pequena
● Conta-gotas
● Micropore
● Curativo adesivo
● Spray antisséptico
● Solução de iodo
● Água oxigenada – 10 volumes
● Álcool
● Água boricada
● Analgésicos
● Antitérmicos
● Antiácidos
● Antiespasmódicos
● Colírio neutro
● Lenços descartáveis

Ao montar um kit de primeiros socorros é preciso se atentar a validade dos produtos, mantendo apenas aqueles dentro do prazo correto, e avaliar os riscos, montando-o de acordo com a rotina da empresa. Além disso, é importante estar sempre atento para a reposição de material e zelar pela manutenção dos itens.

O que não pode conter em kit de primeiros socorros?

Assim como entender o que precisa estar presente no kit de primeiros socorros, conhecer os itens que não devem estar também é importante para evitar multas e punições. De uma maneira geral, não é permitido medicamentos, mesmos analgésicos genéricos. Apenas em exceções expressamente autorizadas por profissionais capacitados que atuam na empresa.

Qual a melhor maneira de disponibilizar o kit de primeiros socorros?

Para mantê-los em boas condições, o ideal é deixá-los em locais de temperatura ambiente e fora do alcance de possíveis crianças que possam estar presentes no local. Além disso, é preciso estar em locais de fácil acesso aos responsáveis, de maneira a não atrasar o seu manuseio. Portanto, na tentativa de facilitar o acesso ao kit, ele deve ser disponibilizado em algum local de maneira estratégica, livre de umidade ou calor.

Além disso, ele precisa estar em um local que permita a supervisão dos profissionais tecnicamente treinados para usá-lo.

Quem deve ser o responsável por manusear o kit de primeiros socorros?

Já vimos que um kit de primeiros socorros é fundamental em situações de urgência e pequenos acidentes. Seu uso rápido e eficiente minimiza os riscos até a chegada de um profissional capacitado para tomar conta da situação.

Quanto a quem é o responsável por cuidar e manusear o kit, o indicado pela legislação trabalhista é que alguns colaboradores sejam devidamente treinados e capacitados para atuar em momentos de incidentes ou problemas.

Portanto, a capacitação de um grupo menor de funcionários, com o objetivo de ensiná-los os procedimentos adequados para situações de emergência e primeiros socorros é indispensável. Além disso, campanhas para educar e conscientizar os funcionários da empresa torna a capacitação ainda mais eficaz.

Apenas os funcionários treinados e responsáveis pelos atendimentos de urgência e emergência podem ter acesso ao kit e manuseá-lo. A postura e conduta adotada logo após algum acidente é fundamental para preservação da vida e diminuição de sequelas e, por isso, deve ser feito da maneira correta e de acordo com as normas e orientações.

Quais as regras básicas de primeiros socorros?

Além do kit de primeiros socorros, ter o controle da situação em emergências é importante para um resultado favorável para a vítima, preservando a sua vida. Veja a seguir algumas dicas de como agir em situações como essa:

1. Não entre em pânico;
2. Faça uma rápida avaliação da situação;
3. Preste atenção aos sintomas e verifique os sinais vitais da vítima;
4. Caso não saiba o que fazer, não toque na vítima e aguarde a ambulância chegar ao local.

Brasil Emergências Médicas

Caso precise de atendimento de emergência, chame nossos serviços de ambulância em Curitiba para um atendimento rápido e seguro. A Brasil Emergências Médicas conta com veículos completos e equipados, além de profissionais capacitados para um atendimento de qualidade para qualquer tipo de emergência.

 

Últimas Notícias