Câncer – Sintomas e causas

Curitiba, 21 de fevereiro de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Câncer refere-se a qualquer uma de um grande número de doenças caracterizadas pelo desenvolvimento de células anormais que se dividem incontrolavelmente e têm a capacidade de se infiltrar e destruir o tecido normal do corpo. O câncer geralmente tem a capacidade de se espalhar por todo o corpo.

O câncer é a segunda maior causa de morte no mundo. Mas as taxas de sobrevivência estão melhorando para muitos tipos de câncer, graças a melhorias no rastreamento, tratamento e prevenção do câncer.

Precisando de uma ambulância?

WhatsApp

Sintomas do Câncer

Os sinais e sintomas causados ​​pelo câncer variam de acordo com a parte do corpo afetada.

Alguns sinais e sintomas gerais associados, mas não específicos, ao câncer incluem:

• Fadiga

Caroço ou área de espessamento que pode ser sentido sob a pele

Alterações de peso, incluindo perda ou ganho não intencional

• Alterações na pele, como amarelecimento, escurecimento ou vermelhidão da pele, feridas que não cicatrizam 

• Mudanças nos hábitos intestinais ou da bexiga

• Tosse persistente ou dificuldade para respirar

• Dificuldade em engolir

Rouquidão

Indigestão persistente ou desconforto depois de comer

• Dor muscular ou articular persistente e inexplicável

Febres persistentes e inexplicáveis ​​ou suores noturnos

• Sangramento ou hematomas inexplicáveis

Estamos online para te ajudar! Fale com nosso especialista:

Veja nossas avaliações

Diana Vilarinho
Diana Vilarinho
18. Julho, 2022.
Verificada
Excelente, prestativos, atenciosos , tratamento muito bom. Nota 10. Utilizei o serviço de remoção para consulta. Muito bom.
Maria L Diniz
Maria L Diniz
16. Julho, 2022.
Verificada
Um excelente atendimento! 🙏💜
Daiane Rosolen
Daiane Rosolen
8. Julho, 2022.
Verificada
Atendimento top! Sr. Gilson muito prestativo e super atencioso no atendimento telefônico. Eu agradeço pela gentileza. Coisa rara hoje em dia.
Carolina Luhm Crivellaro
Carolina Luhm Crivellaro
4. Julho, 2022.
Verificada
Excelente atendimento pela equipe.
Ozana Storck
Ozana Storck
21. Junho, 2022.
Verificada
Serviço de excelência
Rosa Pelizari
Rosa Pelizari
1. Junho, 2022.
Verificada
Realizei alguns exames com a Brasil e fui muito bem atendida. Os profissionais são pontuais, educados e qualificados. Obrigado pelo ótimo atendimento.
Izabel Martins Campos
Izabel Martins Campos
23. Maio, 2022.
Verificada
Valmir Mendes
Valmir Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Maria Mendes
Maria Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Rosimeire Ribeiro
Rosimeire Ribeiro
5. Maio, 2022.
Verificada

WhatsApp

Quando consultar um médico

  • Marque uma consulta com seu médico se tiver quaisquer sinais ou sintomas persistentes que o preocupem.
  • Se você não tiver nenhum sinal ou sintoma, mas estiver preocupado com o risco de câncer, discuta suas preocupações com seu médico. Pergunte sobre quais exames e procedimentos de rastreamento de câncer são apropriados para você.

Causas

O câncer é causado por mudanças (mutações) no DNA dentro das células. O DNA dentro de uma célula é empacotado em um grande número de genes individuais, cada um dos quais contém um conjunto de instruções dizendo à célula quais funções realizar, bem como crescer e se dividir. Erros nas instruções podem fazer com que a célula interrompa sua função normal e pode permitir que uma célula se torne cancerosa.

O que as mutações genéticas fazem?

Uma mutação genética pode instruir uma célula saudável a:

Permitir crescimento rápido. Uma mutação genética pode dizer a uma célula para crescer e se dividir mais rapidamente. Isso cria muitas novas células que têm a mesma mutação.

Falha ao parar o crescimento celular descontrolado. As células normais sabem quando parar de crescer para que você tenha o número certo de cada tipo de célula. As células cancerosas perdem os controles (genes supressores de tumor) que lhes dizem quando parar de crescer. Uma mutação em um gene supressor de tumor permite que as células cancerosas continuem crescendo e se acumulando.

Cometa erros ao reparar erros de DNA. Os genes de reparo do DNA procuram erros no DNA de uma célula e fazem correções. Uma mutação em um gene de reparo do DNA pode significar que outros erros não são corrigidos, levando as células a se tornarem cancerosas.

Essas mutações são as mais comuns encontradas no câncer. Mas muitas outras mutações genéticas podem contribuir para causar o câncer.

O que causa mutações genéticas?

As mutações genéticas podem ocorrer por vários motivos, por exemplo:

Mutações genéticas com as quais você nasceu. Você pode nascer com uma mutação genética que herdou de seus pais. Este tipo de mutação é responsável por uma pequena porcentagem de cânceres.

Mutações genéticas que ocorrem após o nascimento. A maioria das mutações genéticas ocorrem após o nascimento e não são herdadas. Várias forças podem causar mutações genéticas, como tabagismo, radiação, vírus, substâncias químicas causadoras de câncer (carcinógenos), obesidade, hormônios, inflamação crônica e falta de exercício.

Mutações genéticas ocorrem frequentemente durante o crescimento celular normal. No entanto, as células contêm um mecanismo que reconhece quando ocorre um erro e repara o erro. Ocasionalmente, um erro é perdido. Isso pode fazer com que uma célula se torne cancerosa.

Como as mutações genéticas interagem umas com as outras?

As mutações genéticas com as quais você nasce e aquelas que você adquire ao longo da vida trabalham juntas para causar o câncer.

Por exemplo, se você herdou uma mutação genética que o predispõe ao câncer, isso não significa que você certamente terá câncer. Em vez disso, você pode precisar de uma ou mais mutações genéticas para causar o câncer. Sua mutação genética herdada pode torná-lo mais propenso do que outras pessoas a desenvolver o câncer quando exposto a uma determinada substância.

Não está claro quantas mutações devem se acumular para que o câncer se forme. É provável que isso varie entre os tipos de câncer.

Fatores de risco

Embora os médicos tenham uma ideia do que pode aumentar o risco de câncer, a maioria dos cânceres ocorre em pessoas que não têm nenhum fator de risco conhecido. Fatores conhecidos por aumentar o risco de câncer incluem:

Sua idade

O câncer pode levar décadas para se desenvolver. É por isso que a maioria das pessoas diagnosticadas com câncer tem 65 anos ou mais. Embora seja mais comum em adultos mais velhos, o câncer não é uma doença exclusivamente adulta – o câncer pode ser diagnosticado em qualquer idade.

Seus hábitos

Certas escolhas de estilo de vida são conhecidas por aumentar o risco de câncer. Fumar, beber mais de um drinque por dia para mulheres e até dois drinques por dia para homens, exposição excessiva ao sol ou queimaduras solares frequentes com bolhas, ser obeso e fazer sexo inseguro podem contribuir para o câncer.

Você pode mudar esses hábitos para diminuir o risco de câncer – embora alguns hábitos sejam mais fáceis de mudar do que outros.

Sua história familiar

Apenas uma pequena parte dos cânceres é devido a uma condição hereditária. Se o câncer é comum em sua família, é possível que as mutações estejam sendo passadas de uma geração para outra. Você pode ser um candidato a testes genéticos para ver se possui mutações herdadas que podem aumentar o risco de certos tipos de câncer. Tenha em mente que ter uma mutação genética herdada não significa necessariamente que você terá câncer.

Suas condições de saúde

Algumas condições crônicas de saúde, como colite ulcerativa, podem aumentar significativamente o risco de desenvolver certos tipos de câncer. Converse com seu médico sobre seu risco.

Seu ambiente

O ambiente ao seu redor pode conter substâncias químicas nocivas que podem aumentar o risco de câncer. Mesmo que você não fume, você pode inalar o fumo passivo se for a um lugar onde as pessoas estão fumando ou se morar com alguém que fuma. Produtos químicos em sua casa ou local de trabalho, como amianto e benzeno, também estão associados a um risco aumentado de câncer.

Complicações

O câncer e seu tratamento podem causar várias complicações, incluindo:

  • Dor. A dor pode ser causada pelo câncer ou pelo tratamento do câncer, embora nem todo câncer seja doloroso. Medicamentos e outras abordagens podem tratar eficazmente a dor relacionada ao câncer.
  • Fadiga. A fadiga em pessoas com câncer tem muitas causas, mas muitas vezes pode ser controlada. A fadiga associada a tratamentos de quimioterapia ou radioterapia é comum, mas geralmente é temporária.
  • Dificuldade ao respirar. O câncer ou o tratamento do câncer podem causar uma sensação de falta de ar. Os tratamentos podem trazer alívio.
  • Náusea. Certos tipos de câncer e tratamentos contra o câncer podem causar náuseas. Às vezes, seu médico pode prever se seu tratamento provavelmente causará náusea. Medicamentos e outros tratamentos podem ajudá-lo a prevenir ou diminuir a náusea.
  • Diarréia ou constipação. O câncer e o tratamento do câncer podem afetar seus intestinos e causar diarreia ou constipação.
  • Perda de peso. O câncer e o tratamento do câncer podem causar perda de peso. O câncer rouba comida das células normais e as priva de nutrientes. Isso geralmente não é afetado por quantas calorias ou que tipo de alimento é ingerido; é difícil de tratar. Na maioria dos casos, o uso de nutrição artificial por meio de tubos no estômago ou na veia não ajuda a alterar a perda de peso.
  • Mudanças químicas em seu corpo. O câncer pode perturbar o equilíbrio químico normal em seu corpo e aumentar o risco de complicações graves. Sinais e sintomas de desequilíbrios químicos podem incluir sede excessiva, micção frequente, constipação e confusão.
  • Problemas no cérebro e no sistema nervoso. O câncer pode pressionar os nervos próximos e causar dor e perda de função de uma parte do seu corpo. O câncer que envolve o cérebro pode causar dores de cabeça e sinais e sintomas semelhantes a derrames, como fraqueza em um lado do corpo.
  • Reações incomuns do sistema imunológico ao câncer. Em alguns casos, o sistema imunológico do corpo pode reagir à presença de câncer atacando células saudáveis. Chamadas de síndromes paraneoplásicas, essas reações muito raras podem levar a uma variedade de sinais e sintomas, como dificuldade para caminhar e convulsões.
  • Câncer que se espalha. À medida que o câncer avança, ele pode se espalhar (metastatizar) para outras partes do corpo. 
  • Câncer que volta. Os sobreviventes de câncer têm um risco de recorrência do câncer. Alguns cânceres são mais propensos a recorrer do que outros. Pergunte ao seu médico sobre o que você pode fazer para reduzir o risco de recorrência do câncer. O seu médico pode elaborar um plano de cuidados de acompanhamento para você após o tratamento. Este plano pode incluir exames periódicos nos meses e anos após o tratamento.

Prevenção

Os médicos identificaram várias maneiras de reduzir o risco de câncer, como:

  • Pare de fumar. Se você fuma, pare. Se você não fuma, não comece. O tabagismo está ligado a vários tipos de câncer – não apenas ao câncer de pulmão. Parar agora reduzirá o risco de câncer no futuro.
  • Evite a exposição excessiva ao sol. Os raios ultravioleta (UV) nocivos do sol podem aumentar o risco de câncer de pele. Limite sua exposição ao sol permanecendo na sombra, vestindo roupas de proteção ou aplicando protetor solar.
  • Coma uma dieta saudável. Escolha uma dieta rica em frutas e legumes. Selecione grãos integrais e proteínas magras. Limite a ingestão de carnes processadas.
  • Exercite-se na maioria dos dias da semana. O exercício regular está associado a um menor risco de câncer. Procure fazer pelo menos 30 minutos de exercício na maioria dos dias da semana. Se você não tem se exercitado regularmente, comece devagar e trabalhe até 30 minutos ou mais.
  • Manter um peso saudável. Estar acima do peso ou obeso pode aumentar o risco de câncer. Trabalhe para alcançar e manter um peso saudável através da combinação de uma dieta saudável e exercícios regulares.
  • Beba álcool com moderação, se você optar por beber. Se você optar por beber álcool, faça-o com moderação. Para adultos saudáveis, isso significa até um drinque por dia para mulheres e até dois drinques por dia para homens.
  • Agendar exames de rastreamento do câncer. Converse com seu médico sobre quais tipos de exames de rastreamento de câncer são melhores para você com base em seus fatores de risco.
  • Pergunte ao seu médico sobre imunizações. Certos vírus aumentam o risco de câncer. As imunizações podem ajudar a prevenir esses vírus, incluindo a hepatite B, que aumenta o risco de câncer de fígado, e o papilomavírus humano (HPV), que aumenta o risco de câncer no colo do útero e outros tipos de câncer. Pergunte ao seu médico se a imunização contra esses vírus é apropriada para você.

O que é câncer de próstata?

O câncer de próstata é marcado por um crescimento descontrolado (maligno) de células na próstata. A próstata é a glândula do tamanho de uma noz nos homens, localizada logo abaixo da bexiga e na frente do reto, ao redor da uretra – o tubo que transporta a urina para fora da bexiga. A próstata produz e armazena fluido que ajuda a produzir o sêmen.

O câncer de próstata é o tipo mais comum de câncer encontrado em homens no Brasil, além do câncer de pele, e geralmente começa sem sintomas. O câncer de próstata pode ser de crescimento lento, de modo que muitos homens morrem de outras doenças antes que o câncer de próstata cause problemas significativos. No entanto, muitos cânceres de próstata são mais agressivos e podem se espalhar para fora dos limites da próstata, o que pode ser mortal. A taxa de sobrevivência do câncer de próstata é muito melhorada com detecção precoce e tratamento personalizado.

O que causa o câncer de próstata?

Ainda não se sabe exatamente o que causa o câncer de próstata, mas os pesquisadores estão estudando certos fatores de risco para determinar se esses fatores contribuem para que as células da próstata se transformem em câncer.

Quem está em risco de câncer de próstata?

Certos homens estão em maior risco do que outros para câncer de próstata

O risco aumenta com a idade, principalmente após os 50 anos. Alguns fatores de risco incluem:

  • Homens afro-americanos são duas vezes mais propensos que homens brancos a desenvolver a doença.
  • Ter um histórico familiar – pai ou irmão diagnosticado com câncer de próstata, principalmente se for em idade relativamente precoce – aumenta o risco.
  • Ter um histórico familiar de câncer de mama e ovário também pode estar associado a um risco hereditário (mutação do gene BRCA) de desenvolver câncer de próstata 
  • Dieta rica em gordura e/ou obesidade

Quais são os sintomas do câncer de próstata?

Na maioria dos casos, o câncer de próstata não causa sintomas.

Em casos raros, os homens podem apresentar certos sintomas quando têm câncer de próstata avançado. No entanto, esses sintomas também estão presentes em muitos homens que não têm câncer, por isso é melhor discuti-los com um médico antes de tirar qualquer conclusão. Alguns desses sintomas podem incluir dificuldade em esvaziar a bexiga, sangue na urina e dores ósseas.

O câncer de próstata pode ser prevenido?

Não existem estratégias claras de prevenção para o câncer de próstata. Existem algumas evidências conflitantes de que uma dieta saudável composta de baixo teor de gordura, alto teor de vegetais e frutas pode ajudar a reduzir o risco de câncer de próstata.

 A triagem de rotina, com exame de sangue PSA e exame físico, é importante para detectar o câncer de próstata em estágio inicial. Uma dieta saudável e exercícios regulares também são fundamentais para manter uma boa saúde e prevenir doenças em geral.

Estamos online para te ajudar! Fale com nosso especialista:

Veja nossas avaliações

Diana Vilarinho
Diana Vilarinho
18. Julho, 2022.
Verificada
Excelente, prestativos, atenciosos , tratamento muito bom. Nota 10. Utilizei o serviço de remoção para consulta. Muito bom.
Maria L Diniz
Maria L Diniz
16. Julho, 2022.
Verificada
Um excelente atendimento! 🙏💜
Daiane Rosolen
Daiane Rosolen
8. Julho, 2022.
Verificada
Atendimento top! Sr. Gilson muito prestativo e super atencioso no atendimento telefônico. Eu agradeço pela gentileza. Coisa rara hoje em dia.
Carolina Luhm Crivellaro
Carolina Luhm Crivellaro
4. Julho, 2022.
Verificada
Excelente atendimento pela equipe.
Ozana Storck
Ozana Storck
21. Junho, 2022.
Verificada
Serviço de excelência
Rosa Pelizari
Rosa Pelizari
1. Junho, 2022.
Verificada
Realizei alguns exames com a Brasil e fui muito bem atendida. Os profissionais são pontuais, educados e qualificados. Obrigado pelo ótimo atendimento.
Izabel Martins Campos
Izabel Martins Campos
23. Maio, 2022.
Verificada
Valmir Mendes
Valmir Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Maria Mendes
Maria Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Rosimeire Ribeiro
Rosimeire Ribeiro
5. Maio, 2022.
Verificada

WhatsApp

Saiba mais:

Gostou desse artigo? 

Últimas Notícias
Categorias
ambulância qual valor

Ambulância qual valor?

Curitiba, 05 de agosto de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Com certeza você concorda com a afirmação de que os serviços de ambulância são vitais

Leia mais »