Queimadura de primeiro grau: como agir e primeiros socorros

Todos os anos, cerca de um milhão de brasileiros são vítimas de algum tipo de queimadura. Atividades do dia a dia e no trabalho podem nos expor a situações de risco e ocasionar em acidentes, causando queimadura de primeiro grau ou até mais graves.

Saber como agir e quais os primeiros socorros em caso de queimaduras é fundamental para minimizar os riscos e garantir o suporte necessário à vítima. Para ajudar, a Brasil Emergências Médicas vai explicar tudo o que você precisa saber sobre o assunto neste artigo.

Precisando de uma ambulância básica ou avançada para você ou seu familiar?

Clique aqui e fale com um especialista ambulância 24 horas

Queimadura de primeiro grau

A queimadura de primeiro grau é mais branda e acomete apenas a camada mais superficial da pele, epiderme. Apesar da dor intensa e vermelhidão no local do ocorrido, ela costuma não formar bolhas e melhora entre 3 a 7 dias. É normal observar algumas descamações na pele, mas sem sequelas. Um exemplo comum da queimadura de primeiro grau é a queimadura solar.

O mais recomendado nas queimaduras de primeiro grau é:

1. Colocar a região queimada debaixo de água corrente por, pelo menos, 15 minutos;
2. Mantenha um pano limpo e umedecido em água fria na região durante as primeiras 24 horas, trocando sempre que a água aquecer;
3. Não aplique produto como óleo ou manteiga na queimadura;
4. Passe uma pomada hidratante e cicatrizante para queimaduras.

Queimadura de segundo grau

A queimadura de segundo grau afeta além das camadas superficiais da pele, as intermediárias. Os sinais e sintomas incluem vermelhidão, dor e bolhas, podendo aparecer também inchaço local.

Por afetar até a epiderme, a pessoa pode perder algumas terminações nervosas, pelos e glândulas sudoríparas. Seu tempo de cura é maior, podendo levar até 3 semanas, mas não costumam deixar cicatrizes.

A conduta indicada para este tipo de queimadura é:

1. Coloque o local afetado debaixo de água corrente por, pelo menos, 15 minutos;
2. Lave cuidadosamente a queimadura com água fria e sabão de pH neutro. Evite esfregar com muita força;
3. Cubra a região com uma gaze molhada ou com bastante vaselina, e prenda com uma ligadura, durante as primeiras 48 horas, trocando sempre que necessário;
4. Não fure as bolhas e não aplique qualquer produto no local, para evitar o risco de infecção;
5. Procure ajuda médica se a bolha for muito grande.

Queimadura de terceiro grau

A queimadura de terceiro grau é o tipo mais grave e suas consequências mais severas, colocando a vida da vítima em risco. Ela atinge as camadas mais profundas da pele, assim como músculos, vasos sanguíneos e ossos.

Nestes casos, o recomendado é que:

1. Um serviço de ambulância seja acionado imediatamente, ligando para o 192 ou serviço de ambulância particular como a Brasil Emergências Médicas;
2. Arrefeça a região queimada com soro fisiológico, ou na sua falta, água da torneira, por cerca de 10 minutos;
3. Coloque cuidadosamente uma gaze esterilizada umedecida em soro fisiológico ou um pano limpo sobre a região afetada, até a chegada do socorro médico. Caso a região queimada seja muito grande, pode-se enrolar um lençol limpo umedecido em soro fisiológico e que não largue pelos;
4. Não coloque nenhum tipo de produto na região afetada.

A depender da gravidade da queimadura de terceiro grau, ela pode afetar e provocar a falha em diversos órgãos. Caso a vítima fique inconsciente ou pare de respirar, inicie uma massagem cardíaca de emergência.

As lesões e cicatrizes podem ser graves e é necessário atendimento médico imediato para evitar infecções. Depois da cicatrização da queimadura, é importante passar protetor solar no local em caso de exposição solar.

Quais os sinais e sintomas de infecção de queimaduras?

Como dito acima, as queimaduras podem causar infecções caso não sejam tratadas da forma correta. Nesses casos, há uma maior vermelhidão da pele e não apenas uma vermelhidão da queimadura. É possível observar uma vermelhidão na borda do ferimento, além de secreções diferentes como pus.

O que não fazer em casos de queimadura?

Além do que fazer para aliviar a dor, é preciso saber o que não fazer nos casos de queimaduras para não piorar o quadro, causando complicações e sequelas.
● Não retire roupas ou tecidos que tenha grudado na pele; procure um médico;
● Não passe produtos sobre a queimadura, como manteiga, pasta dos dentes, café, sal ou outro produto caseiro ou sem recomendação médica;
● Não rompa as bolhas que aparecem após as queimaduras de segundo grau com objetos, ou mesmo, os dedos.

Outra conduta que muitas pessoas fazem, mas que não é o indicado é colocar gelo sobre a pele, uma vez que pode causar irritação e choque térmico na pele, devido a diferença extrema de temperatura.

Causas da queimadura

As causas das queimaduras podem se variadas, como:
● Líquidos ferventes e em ebulição;
● Queimaduras por produtos químicos;
● Queimaduras elétricas, causadas por corrente de alta tensão;
● Incêndios;
● Exposição por longos períodos ao sol.

Classificação da queimadura

queimadura

A classificação das queimaduras pode ser feita de acordo com a sua intensidade, extensão e natureza do ocorrido:

1. Queimadura leve

● Quando ocorre a queimadura de menos de 10% da superfície corporal de um adulto com queimaduras de 2º grau.
● Quando ocorre a queimadura de menos de 5% da superfície corporal de uma criança ou idoso com queimaduras de 2º grau.
● Também é considerado queimaduras de menos de 2% da superfície corporal com queimaduras de 3º grau.

2. Queimadura moderada

● 10 a 20% da superfície corporal de um adulto com queimaduras de 2º grau.
● 5 a 10% da superfície corporal de uma criança ou idoso com queimaduras de 2º grau.
● 2 a 5% da superfície corporal com queimaduras de 3º grau.
● Queimaduras por inalação de ar quente, afetando o sistema respiratório.
● Pacientes que a possuem pré-disposição a infecções, como diabetes e anemia falciforme.

3. Queimadura grave

● Mais de 20% da superfície corporal de um adulto com queimaduras de 2º grau.
● Mais de 10% da superfície corporal de uma criança ou idoso com queimaduras de 2º grau.
● Mais de 5% da superfície corporal com queimaduras de 3º grau.
● Queimaduras elétricas por alta voltagem.
● Queimaduras que comprometem o trato respiratório por inalação de ar quente.
● Queimaduras grandes e profundas que acometem a face, olhos, orelhas, genitália ou articulações.
● Também pode envolver outras graves lesões que estejam associadas a queimadura, como fraturas e traumas.

A regra dos 9

A regra dos 9 é utilizada para determinar a extensão da queimadura, onde é atribuído a cada segmento corporal o valor 9 ou algum múltiplo dele:

● Cabeça – 9%
● Tronco frente – 18%
● Tronco costas – 18%
● membros superiores – 9% cada
● Membros inferiores – 18% cada
● Genitais – 1%

Como lidar com as bolhas

As bolhas são reações naturais das queimaduras de segundo grau. O mais indicado é deixá-las quietas e não tentar rompê-las de maneira descuidada ou com objetos contaminados, pois pode acabar causando alguma infecção. Procure um médico para que ele indique os medicamentos e pomadas ideias para a situação.

Queimaduras e câncer

O tecido da pele que sofreu queimaduras e não foram tratados da maneira correta podem evoluir para câncer. Consultar um médico especializado para avaliar o caso é essencial para realizar o tratamento correto.
Como prevenir das queimaduras

Alguns fatores, como determinados empregos ou situações, podem aumentar os riscos de queimaduras. Todavia, a maior parte delas acontecem em casa, sendo crianças e lactentes os mais vulneráveis. Assim, incluir algumas medidas de prevenção pode fazer toda diferença, como por exemplo:

● Evite manter as crianças na cozinha enquanto estiver cozinhando.
● Certifique-se de haja um extintor de incêndio dentro ou perto da cozinha para o caso de acidentes.
● Teste os detectores de fumaça uma vez por mês para verificar se estou funcionando corretamente.
● Mantenha os fósforos em locais seguros e os isqueiros travados.
● Coloque nas tomadas elétricas tampas para evitar acidentes.
● Não deixe cabos elétricos e fios expostos.
● Mantenha o acesso a produtos químicos fora do alcance, e quando manuseá-los, utilize luvas.
● Faça o uso de protetor solar diariamente e evite ficar exposto a luz solar em horários de pico.

No caso de acidentes com queimaduras graves, conte com a Brasil Emergências Médicas. Somos uma empresa especializada em ambulância particular e realizamos um atendimento rápido, ágil e seguro para garantir a vida e bem-estar de todos nossos pacientes. Contamos com profissionais capacitados e atendimentos 24 horas. Entre em contato através do WhatsApp (41) 99909-2580 ou e-mail disponível no site.

 

Últimas Notícias