Ambulância para obesos

O pedido de socorro dos pacientes obesos aumenta a cada ano no Brasil e, muitas vezes, os serviços de emergências não sabem como lidar com eles, uma vez que não possuem os veículos e equipamentos preparados para tal.

Na tentativa de garantir à pessoa obesa um atendimento com segurança e conforto, a Brasil Emergências Médicas encontrou a solução: ambulância particular para obesos. Nós garantimos em nossos veículos os equipamentos adequados e de alta tecnologia, com um sistema capaz de transportar os pacientes em qualquer tipo de emergência.

Veja tudo sobre ambulância para obesos neste artigo e nós contamos com veículos preparados e profissionais altamente capacitados para atendê-los!

Precisando de uma ambulância básica ou avançada para você ou seu familiar?

Entre em contato conosco pelo WhatsApp (41) 99909-2580 ou e-mail disponível no site.

Clique aqui e fale com um especialista ambulância 24 horas

A importância da ambulância particular para obesos

Imagine um cenário em que algum familiar seu precise de socorro e uma ambulância para obesos para levá-lo ao hospital rapidamente, mas ao chegar ao local não é possível realizar o procedimento devido ao veículo não ser adaptado para essas pessoas.

Infelizmente, situações como essa acabaram se tornando ainda mais comuns em tempos de pandemia, pelo fato de os obesos serem um grupo de risco da COVID-19 e muitos terem precisando do serviço de ambulância para atendimento.

Assim, situações que deveriam ser tratadas da maneira mais rápida e ágil possível se tornaram inviáveis.

Tendo em vista esse cenário e para garantir o atendimento eficiente e de qualidade a todos os seus pacientes, a Brasil Emergências Médicas conta com veículos completamente adaptados para todos os tipos de pacientes, além de profissionais com preparo e treinamento para as mais diversas situações de emergências médicas e especificidades de cada paciente.

Dessa forma, a pessoa obesa recebe um atendimento de alta qualidade, com os equipamentos necessários e tecnologia de ponta durante todo o transporte, até a chegada ao hospital. O melhor atendimento a todos os nossos pacientes é um compromisso que fazemos questão de cumprir.

O que é a obesidade?

Considerada um dos maiores problemas de saúde pública do mundo, a obesidade é caracterizada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como uma doença crônica não-transmissível. Isso porque o número de pacientes que apresentam essa condição tem crescido cada vez mais com o passar dos anos. Ela é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, que como consequência, pode agravar ou desencadear outras doenças, como diabetes e doenças cardiovasculares.

A obesidade também não ataca um grupo específico, podendo ser encontrada em todas as idades ou fase da vida. No Brasil, encontram-se com excesso de peso 15,9% das crianças menores de cinco anos e 29,3% das crianças de cinco a nove anos.

● Complicações da obesidade
● Doenças cardiovasculares;
● Doenças pulmonares;
● Diabetes mellitus;
● Acidente Vascular Cerebral;
● Apneia do sono;
● Problemas ortopédicos;
● Alguns tipos de câncer, como o câncer de mama e de próstata, etc

Causas

A obesidade é multifatorial, portanto, suas causas envolvem fatores como genética, estilo de vida, aumento do consumo de calorias e sedentarismo.

Diagnóstico

O diagnóstico é realizado através do cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal), que é feito através da seguinte fórmula: IMC = peso / altura².

A partir do resultado obtido, ele é interpretado de acordo com os dados da tabela abaixo, que aponta o tipo de obesidade e o nível de risco para surgimento de possíveis complicações.

Fonte: Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica)

obesos

Fonte: Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica)

Tratamento

O tratamento deve ser indicado de acordo com o tipo de obesidade encontrado, na classificação acima. Ele tem como objetivo restabelecer o peso saudável no paciente, diminuindo os riscos de complicações. O médico e o nutricionista devem avaliar cada caso individualmente para fazer as recomendações e prescrições adequadas.

O tratamento consiste principalmente em uma reeducação alimentar e mudança no estilo de vida. Em alguns casos pode ser necessário o uso de medicamentos ou indicação de cirurgia.

Como funciona a remoção de pacientes obesos?

Ambulância pacientes obesos possui alguns cuidados importantes que devem ser levados em consideração para garantir a segurança e conforto do paciente. Veja a seguir algumas considerações:

Como transportar pacientes obesos em ambulância?

Para realizar a mobilização e transferência de qualquer paciente, é importante verificar:

1. O estado físico em que se encontra.
2. Razão médica.
3. O impacto no paciente.

Por isso, considerar o peso e a massa corporal é fundamental para lidar da maneira correta com o paciente em um atendimento de emergência. O risco em pacientes obesos pode aumentar e causar danos e, portanto, deve ser feito de maneira cuidadosa.

Também é preciso avaliar o local em que será feita a remoção. Se a casa não tem elevador ou tem portas e escadas estreitas e inclinadas, a transferência torna-se mais complicada. Nestes casos, é preciso algumas técnicas de manuseio que permitam que o paciente obeso seja transportado da melhor forma.

Ter o acompanhamento de profissionais da saúde é fundamental para garantir que o paciente tenha o suporte necessário e intervenções sejam feitas, caso necessário, facilitando a mobilidade desses pacientes.

Entre algumas posturas técnicas importante para transportar esses pacientes em ambulâncias estão as seguintes:

● O ângulo de carregamento da maca à ambulância deve ser o mais baixo possível. Ângulo máximo para subida 16º. Permite manusear o paciente sem esforço excessivo e protege o trabalhador.
● Banco elétrico. A carga e descarga do paciente são feitas de forma automatizada, para aqueles cujo peso não ultrapasse 250 kg.
● Adaptabilidade da carga à maca para adaptar o preparo do paciente. Às vezes você tem que usar lençóis que comprimem e limitam o volume do paciente. Por isso, pode ser feito o uso de um colchão que estende a superfície útil da mesa, para que o paciente possa apoiar todo o corpo. Ou o uso da cadeira de rodas do paciente para poder colocá-lo na ambulância.
● Uso de macas que podem ser superdimensionadas lateralmente por meio de complemento e permitem que o paciente seja acomodado e transferido.
● Ambulâncias adaptadas: são ambulâncias modificadas para a transferência de pacientes com obesidade severa. São mais espaçosas e possuem macas especiais, pois podem suportar até 450 kg de peso.

Precisa de ajuda? Conte com a Brasil Emergências Médicas!

A Brasil Emergências Médicas é uma empresa especializada em locação de ambulância particular e, como dito anteriormente, contamos com veículos e profissionais preparados para o atendimento de pacientes obesos e suas especificidades.

Conte conosco se precisar de ajuda! Você pode entrar em contato através do WhatsApp (41) 99909-2580 ou e-mail disponível no site.

Últimas Notícias