Doenças de pele: o que é, quais são os tipos e como prevenir?

doenças de pele

Curitiba, 8 de março de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Doenças de pele: Se alguém lhe perguntasse: qual é o maior órgão do ser humano, o que você iria responder? Alguns, iriam responder o intestino. Outros, iriam citar os pulmões. Mas, já há aqueles que diriam que é o cérebro. Mas, todas essas respostas estariam erradas!

Na verdade, o maior órgão do ser humano é a pele! Alguns acreditam que, na verdade, a pele é um tecido. No entanto, ela é formada por duas camadas principais: a epiderme e a derme que, por sua vez, são formadas por tecidos diferentes.

Então, por ser formada por mais de um tecido, a pele é sim um órgão. E, se você procura cuidar da saúde dos seus pulmões, coração e até do seu cérebro, por que negligenciar os cuidados ao maior órgão do nosso corpo?

A verdade é que as doenças de pele têm crescido bastante nos últimos tempos. E isso tem acontecido, em especial, porque os brasileiros não dão a devida atenção a esse órgão, o qual é essencial para diversos aspectos.

No entanto, um outro motivo pelo qual essa doença tem se tornado cada vez mais comum, diz respeito ao fato de as pessoas não saberem, ao certo, o que são doenças de pele ou mesmo quais são as suas principais causas.

Muitos ainda acham que as doenças de pele que coçam são as únicas que existem. No entanto, você sabia que existe doença desse tipo em que o paciente nem sequer sente alguma coceira? A verdade é que, às vezes, as doenças de pele são bem silenciosas.

Por isso, se você quer saber o que é doença de pele, bem como quais são as suas possíveis causas, é só continuar nesse artigo. Então, sem mais delongas, vamos ao que importa!

WhatsApp

Doença de pele o que é?

Antes de qualquer coisa, é essencial que você saiba o que é doença de pele. Como dito, a pele é um órgão e, por isso, é formado por várias estruturas e camadas. Por ser um órgão complexo, ele está suscetível a alguns problemas.

Inclusive, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, há mais de 70 doenças catalogadas que são capazes de afetar a pele. Essa lista varia, indo desde doenças de pele raras quanto as doenças de pele mais comuns e que, portanto, não são tão letais.

Mas, em suma, a doença de pele nada mais é que aquela em que há algum dano no tecido da derme ou nas camadas mais profundas. Vale salientar que, quanto mais interna é a doença, mais letal ele tende a ser.

Fora isso, as doenças de pele podem ter os mais diferentes tipos de sintomas. O paciente pode sentir dor, infecção ou outras condições. Inclusive, há doenças de pele com furinhos e que podem coçar também, mas não é regra.

Inclusive, ao falar desse assunto, é comum que as pessoas pensem que há apenas doenças de pele causadas pelo sol. É claro que essa é uma realidade, uma vez que a exposição solar pode acontecer. No entanto, essa não é a única causa.

Na verdade, há vários outros problemas que são capazes de ocasionar esse problema, como é o caso de doenças de pele autoimune. Tanto é que, saber qual é o agente causador é uma das formas de obter um tratamento mais adequado.

Doenças de pele tipos

A verdade é que os tipos de doenças de pele são muito amplas e existem diversos tipos, desde as mais comuns até as mais raras. Inclusive, muitas pessoas se perguntam como prevenir as doenças de pele, o que é um assunto complicado.

Afinal de contas, há vários agentes causadores e, para cada uma dessas doenças, existem diferentes formas de evitar ou mesmo de tratar. Por isso, nos tópicos seguintes, iremos falar sobre alguns tipos de doenças de pele. Confira.

Psoríase

A doenças de pele psoríase é um tanto quanto conhecida. Em suma, esse problema faz com que as células da derme se multipliquem de forma rápida e, por isso, se acumulam na superfície. Dessa forma, faz com que haja manchas grossas e escamosas, como se fossem placas.

Esse é um dos tipos de doenças de pele autoimune que mais se tem conhecimento. No entanto, esse tipo de problema tende a afetar, em especial, os joelhos, palmas das mãos, solas dos pés, parte inferior das costas, cotovelos e, às vezes, o couro cabeludo.

A psoríase nada mais é que o resultado do processo acelerado de produção da pele. Ou seja, é quando as células da da derme crescem, de forma profunda, na região. Por conta disso, sobem de forma lenta para a superfície e, eventualmente, caem.

Ademais, esse é um dos tipos de doenças de pele causadas por estresse, mas que também podem ser desencadeadas por outras circunstâncias, como:

  • HIV;
  • Artrite Reumatoide;
  • Tensão;
  • Excesso de álcool;
  • Infecção ou lesão na pele;
  • Tabaco;
  • Temperaturas baixas etc.

Urticária

É o tipo de doença causada pela urtiga, que nada mais é do que uma planta. Ao tocar na pele, a planta libera substâncias, de forma rápida. Por conta disso, pode ocasionar em ardor na pele e, em seguida, deixar as seguintes marcas:

  • Inchaço;
  • Coceira;
  • Queimação;
  • Vermelhidão;
  • Elevação na pele em até 1 cm.

No entanto, é um problema comum, uma vez que tende a desaparecer rápido, durando cerca de 24h, mais ou menos. Mas, em alguns casos, ela pode sumir e reaparecer em outro local do corpo. Contudo, caso dure mais de seis semanas, pode ser algo mais grave.

Quando o paciente tem algum tipo de alergia, a urticária pode incidir em outros problemas ao organismo, como dificuldade em respirar, dores no estômago, aperto na região do peito, garganta e inchaço, por exemplo.

Eczema

Ou dermatite atópica, como também é chamada, nada mais é uma condição na pele em que se caracteriza por marcas e manchas na pele. Por isso, a pele tende a ficar irritada ou inflamada, por exemplo.

No entanto, a causa dessa doença não é muito bem compreendida. No entanto, a teoria mais aceita é que acontece devido ao sistema imunológico hiperativo, que responde de forma agressiva quando exposto à agentes irritantes.

Câncer de pele

Essa é uma das doenças de pele graves, uma vez que, a depender do tipo, pode levar o paciente a óbito. Inclusive, esse é o tipo de câncer mais frequente no Brasil e em todo o mundo. Na grande maioria das vezes, tende a atingir pessoas de pele branca acima dos 40 anos.

Fora isso, a maior causa do câncer de pele é a exposição em excesso ao sol. Por conta disso, a melhor forma de tratar é evitar a exposição. Mas, em casos em que não for possível, deve-se sempre fazer uso do protetor solar.

Entretanto, existem dois tipos de câncer: melanoma e não melanoma. Esse último é o mais frequente, mas de baixa mortalidade. Em contrapartida, o melanoma é o mais agressivo, sendo necessário uma ambulância particular para ir fazer os exames, por exemplo.

Melasma

Essa é uma das doenças de pele no rosto, a qual se caracteriza por manchas escuras na pele. No entanto, elas também podem aparecer em outras regiões do corpo, como braços e colo. Ademais, tende a atingir, em especial, as mulheres.

E isso acontece porque essa condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais e gravidez, por exemplo. No entanto, os melasmas podem ter indício devido a disposição genética e exposição solar também.

WhatsApp

Saiba mais:

Gostou desse artigo? 

Gilson Rodrigues de Siqueira

Formado em enfermagem, pós graduado, palestrante em dependência química, diretor e proprietário da Brasil Emergências Médicas, Visão Tattoo e escritor nas horas vagas.