Bronquite: o que é, quais são os tipos e como tratar?

bronquite

Curitiba, 1 de março de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. A bronquite é uma doença um tanto quanto comum, e é bem provável que você já tenha conhecido alguém que tenha tido esse problema. No entanto, ainda que seja popular, isso não quer dizer que as pessoas entendam todas as questões que envolvem essa doença.

A verdade é que ainda pairam muitas dúvidas sobre essa doença. Alguns, inclusive, se perguntam se bronquite tem cura ou mesmo se é contagiosa, por exemplo. Contudo, a fim de responder todas essas perguntas, é essencial abordar alguns pontos.

Muita gente nem sequer sabe que existe mais de um tipo de bronquite. Portanto, para cada um desses tipos, há uma forma diferente de tratar. Ademais, nem todas as informações que você já ouviu falar a respeito da bronquite se aplicam a todos os tipos.

Um grande exemplo disso é o fato de algumas pessoas acharem que a bronquite é contagiosa. Isso até é verdade, mas em partes, uma vez que isso não se aplica para todos os tipos. Portanto, para falar sobre esse assunto, deve-se explorar conteúdos relacionados.

Sendo assim, se você quer obter todas as respostas para as suas dúvidas, bem como se bronquite e asma são a mesma coisa, é só continuar nesse artigo. Iremos abordar todos os pontos mais importantes. Então, sem mais delongas, vamos ao que importa. Confira!

WhatsApp

Bronquite o que é?

Primeiro de tudo, temos que falar, de fato, o que é bronquite. Em suma, nada mais é que uma inflamação que acontece nas vias respiratórias do pulmão, os brônquios. Ou seja, os órgãos responsáveis por transportar oxigênio de e para os pulmões.

No entanto, quando há essa inflamação, ocorre de o pulmão ficar irritado e inflamado, o que pode ocasionar em diversos outros sintomas, como tosse seca ou com catarro, por exemplo. Contudo, os sintomas mais característicos são a falta de ar e o chiado no peito.

Contudo, essa doença pode ser ocasionada tanto por um resfriado comum, quanto por uma gripe ou outra infecção respiratória. Nesse caso, pode-se chamar de bronquite aguda, ou seja, a inflamação temporária, que é bem comum.

Entretanto, esse é apenas um tipo de bronquite, e esses sintomas devem ser atrelados apenas à aguda. Mas, em relação aos demais que existem, as características são um pouco diferentes. Por isso, nos tópicos seguintes, iremos falar um pouco mais sobre os outros tipos. Confira!

Quais são os tipos de bronquite?

Como já mencionado na estrutura deste artigo, há mais de um tipo de bronquite. Por conta disso, a fim de entender melhor esse assunto, é interessante ficar a par dos demais que existem. Então, é só conferir os parágrafos abaixo.

Bronquite aguda

Ou bronquite vírus, como também é chamada, nada mais é que uma infecção respiratória alta que tende a afetar os brônquios. Nesse caso, o paciente tende a sentir uma tosse aguda, que se prolonga por algumas semanas.

Inclusive, alguns se perguntam se a bronquite pega. Nesse caso, sim, é possível pegar bronquite. Afinal de contas, trata-se de um vírus que é capaz de infectar várias pessoas. Contudo, em termos gerais, essa não é uma situação clínica perigosa.

Bronquite crônica

A bronquite crônica, por sua vez, é a mais grave. E isso acontece porque há uma grande irritação ou inflamação da mucosa brônquica, de forma contínua. Em vista disso, o paciente tem uma tosse com expectoração mucosa.

Mas, diferente da anterior, esse tipo de bronquite tende a durar pelo menos três meses. No entanto, há episódios recorrentes durante os próximos dois anos, mais ou menos. Nesse caso, pode ser necessário uma bombinha para bronquite, já que tende a aparecer com certa frequência.

Também pode ser chamada de bronquite tabágica, uma vez que o cigarro pode ocasionar em irritação constante.

Bronquite asmática

Tanto a bronquite asmática quanto o termo bronquite alérgica se referem a mesma coisa: asma. Nesse caso, é uma doença crônica e heterogênea, que tende a causar inflamação das vias aéreas. Essa é uma doença bem frequente, mas que requer tratamento.

Inclusive, há aqueles que se perguntam se bronquite e asma é a mesma coisa. Caso esteja se referindo à asmática e alérgica, sim.

Bronquite causas

Como há mais de um tipo, a causa da bronquite vai variar de acordo com a doença. No caso da bronquite aguda, por exemplo, o que ocasiona o problema é a inflamação das vias aéreas, com uma limitação reversível de fluxo aéreo.

Ou seja, esse tipo de doença ocorre por conta do vírus, mas costuma acompanhar outras infecções virais, como gripes e resfriados. Agora, em relação à bronquite crônica, a principal causa é o fumo. No entanto, poluição e emissão de gases tóxicos também podem promover esse problema.

Bronquite tratamento

Em relação ao tratamento, isso também vai depender do tipo de bronquite que o paciente tem. No entanto, na grande maioria das vezes, deve-se fazer uso de alguns remédios, como antibióticos e broncodilatadores.

Bronquite broncodilatador é uma das coisas que andam juntas, em especial quando em decorrência de infecção por vírus. No entanto, o paciente ainda pode ter que inalar soro fisiológico e fazer bastante hidratação nas narinas.

Quais são os perigos da bronquite?

Ainda que se trate de uma doença um tanto quanto comum, isso não quer dizer que ela não apresenta riscos, mas muito pelo contrário. A verdade é que esse problema é capaz de gerar inúmeros sintomas ao paciente, os quais são bem incômodos. Dentre eles, podemos citar:

  • Tosse seca ou com catarro;
  • Ruídos ao respirar;
  • Falta de apetite;
  • Cansaço;
  • Febre ou calafrio;
  • Desconforto no peito;
  • Inchaço nas pernas;
  • Falta de ar;
  • Lábios e pontas dos dedos roxas ou azuis;
  • Catarro claro, branco, verde ou mesmo com presença de sangue.

Ou seja, são sintomas bastante incômodos, e é ideal que o paciente procure por um médico, a fim de tratar todos os sintomas o quanto antes. No caso da bronquite aguda, a pessoa ainda pode sentir alguns sintomas típicos de resfriado.

Contudo, caso os sintomas permaneçam por mais de 3 semanas, é necessário ir com urgência a um médico. E isso acontece porque a bronquite pode virar pneumonia, deixando o caso ainda mais sério, já que há necessidade de se tratar com um pneumologista.

Crise de bronquite pode matar?

Uma dúvida bem comum que se faz, ao falar sobre os perigos dessa doença, é se a bronquite asmática pode matar. Quanto a isso, ainda que seja um pouco difícil de acontecer, o paciente pode sim vir a óbito no caso de bronquite.

Isso ocorre quando o paciente não trata da forma adequada e em tempo hábil, o que gera uma série de complicações. Devido ao aumento da pressão das artérias e da circulação pulmonar, o paciente pode desenvolver alguns problemas cardíacos.

Por conta disso, a situação se prende com baixos níveis de oxigenação sanguínea, além de perda de capilares pulmonares, que resulta no maior esforço cardíaco. Ou seja, nesse caso, pode sim levar o paciente a óbito.

Conclusão

Como você pôde notar, a bronquite é grave em casos em que o paciente não dá a devida atenção, uma vez que pode evoluir para problemas mais sérios. Sendo assim, a qualquer sintoma da doença, é essencial que o paciente procure por ajuda médica.

A bronquite aguda tem cura, uma vez que se trata de um problema viral. Portanto, não há razões para negligenciar esses cuidados. Procure por um médico que seja da sua confiança e vá em busca de tratamento.

WhatsApp

Saiba mais:

Gostou desse artigo? 

Gilson Rodrigues de Siqueira

Formado em enfermagem, pós graduado, palestrante em dependência química, diretor e proprietário da Brasil Emergências Médicas, Visão Tattoo e escritor nas horas vagas.