Ambulância com UTI, atendimento básico e neonatal: quais são as diferenças?

Curitiba, 05 de agosto de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Você já ouviu falar sobre ambulância com UTI? Diante de tantos tipos de veículos de emergência, é um tanto normal ficar um pouco na dúvida a respeito de alguns pontos. No entanto, como se trata de algo voltado à saúde, é essencial obter clareza sobre todos os questionamentos.

Não há dúvidas do quanto os serviços de ambulância são vitais para toda a sociedade, haja vista que ela é a responsável por fazer com que todas as pessoas tenham direito a se recuperar em decorrência de algum acidente, por exemplo.

Então, por se tratar de uma questão que se volta à sua saúde, não há como negar que entender tudo sobre ambulância com UTI é até uma forma de fazer com que você se sinta mais seguro e tenha a certeza de que o veículo em questão será capaz de atender toda a sua necessidade.

Fora isso, não podemos deixar de salientar que, por mais que muitas pessoas ainda acreditem que uma ambulância se resume à remoção médica, saiba que não é bem assim. De fato, não há como negar que esse é o serviço mais popular, mas não é o único.

A verdade é que uma ambulância particular detém um portfólio muito mais amplo e, dentre eles, podemos citar os seguintes:

Mas e em relação a ambulância com UTI móvel? Qual é a diferença dela em relação ao atendimento básico e neonatal? É sobre isso que iremos falar neste artigo. Confira!

Precisando de uma ambulância?

WhatsApp

Diferença de ambulância com UTI, atendimento básico e neonatal

O principal ponto que você precisa entender sobre esse assunto é que tanto a ambulância com UTI quanto as demais, possuem uma estrutura própria.

Ou seja, cada uma delas é mais adequada a situações diferentes, e é por essa razão que há diferentes tipos de frotas.

Ademais, também é interessante que você entenda que há mais tipos de ambulâncias do que essas que citamos,

Entenda que a ambulância por dentro varia de acordo com a categoria e, dentre elas, podemos citar as seguintes:

  • Ambulância tipo A;
  • Ambulância tipo B;
  • Ambulância tipo C;
  • Ambulância tipo D;
  • Ambulância neonatal.

Mas qual é a diferença da ambulância com UTI e das demais? É sobre isso que iremos falar a seguir, confira!

Estamos online para te ajudar! Fale com nosso especialista:

Veja nossas avaliações

Diana Vilarinho
Diana Vilarinho
18. Julho, 2022.
Verificada
Excelente, prestativos, atenciosos , tratamento muito bom. Nota 10. Utilizei o serviço de remoção para consulta. Muito bom.
Maria L Diniz
Maria L Diniz
16. Julho, 2022.
Verificada
Um excelente atendimento! 🙏💜
Daiane Rosolen
Daiane Rosolen
8. Julho, 2022.
Verificada
Atendimento top! Sr. Gilson muito prestativo e super atencioso no atendimento telefônico. Eu agradeço pela gentileza. Coisa rara hoje em dia.
Carolina Luhm Crivellaro
Carolina Luhm Crivellaro
4. Julho, 2022.
Verificada
Excelente atendimento pela equipe.
Ozana Storck
Ozana Storck
21. Junho, 2022.
Verificada
Serviço de excelência
Rosa Pelizari
Rosa Pelizari
1. Junho, 2022.
Verificada
Realizei alguns exames com a Brasil e fui muito bem atendida. Os profissionais são pontuais, educados e qualificados. Obrigado pelo ótimo atendimento.
Izabel Martins Campos
Izabel Martins Campos
23. Maio, 2022.
Verificada
Valmir Mendes
Valmir Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Maria Mendes
Maria Mendes
5. Maio, 2022.
Verificada
Rosimeire Ribeiro
Rosimeire Ribeiro
5. Maio, 2022.
Verificada

WhatsApp

1. Ambulância de suporte básico

A ambulância para atendimento básico nada mais é do que um tipo de veículo ideal para atender pacientes que não correm risco de vida.

Ou seja, por conta da baixa complexidade, a sua estrutura tende a ser mais simples, já que as situações que vai atender não precisam de tamanha robustez.

Em vista disso, a tripulação que deve acompanhar esse veículo também pode ser mais básica, a qual deve conter pelo menos um enfermeiro e motorista socorrista.

Ademais, como salientado, as ambulâncias desse tipo devem ter equipamentos básicos, como uma maca retrátil, suporte de soro, comadre, termômetro cilindro de O2 etc.

Um exemplo de situação em que se utiliza esse tipo de ambulância é no caso da remoção para dependente químico que aceita o tratamento.

2. Ambulância de suporte avançado UTI móvel

A ambulância com UTI se encaixa como sendo um veículo de suporte avançado à vida, haja vista que a sua estrutura é muito mais completa do que a anterior, por exemplo.

Sendo assim, ela é capaz de atender pacientes que correm um risco elevado de vida. No entanto, além de a sua estrutura ser mais robusta, também deve possuir uma equipe mais completa.

Nesse caso, a tripulação da ambulância com UTI móvel deve ser composta de, além do motorista socorrista, um médico e um enfermeiro.

Ademais, uma situação em que esse tipo de veículo pode ser requerido é nos casos de se precisar de uma ambulância para eventos.

Mesmo porque, como tem uma estrutura mais robusta, é capaz de atuar desde situações mais simples como engasgo, quedas ou desmaios, até as mais complexas, como no caso de alguém bater a cabeça e convulsionar, ter uma traumatismo craniano ou queimadura de terceiro grau, por exemplo.

3. Ambulância para neonatal

No caso da ambulância neonatal, como o próprio nome diz, nada mais é do que o tipo de veículo destinado a atender crianças.

Assim como todas as demais, o intuito é sempre fazer com tudo de acordo com os protocolos, o que garante maior segurança ao paciente.

No entanto, para poder fazer esse tipo de serviço, deve-se avaliar as condições do bebê, da equipe e dos materiais disponíveis para fazer essa remoção.

Mesmo porque o intuito é preservar o estado de saúde e ser capaz de intervir durante o transporte, caso seja necessário.

Ademais, todos os veículos precisam seguir os pré-requisitos para essa remoção, como ter fonte de energia e luz presente, espaço adequado, fonte de oxigênio e gás comprimido em estoque etc.

Isso quer dizer que, a depender do quão grave é a situação, esse veículo pode se configurar como uma ambulância com UTI, mas adaptável ao recém-nascido.

Então, no caso de precisar desse tipo de ambulância em Curitiba, atente-se para ter a certeza de que ele possui a estrutura da qual você precisa.

Por que contratar uma ambulância com UTI particular legalizada?

Porque, ao falar da vida de uma pessoa, todo cuidado é pouco. E a verdade é que existem muitas empresas que atuam de forma ilegal, as quais não respeitam todas as regras que são estipuladas pelo Ministério da Saúde, por exemplo.

Então, a principal razão pela qual você deve apenas contratar ambulâncias que sejam legalizadas, é justamente devido ao fato de prezar pela sua própria segurança e saúde. Mesmo porque uma empresa clandestina não terá os mesmos cuidados e estrutura.

A legislação estipula uma série de normas e portarias, sendo que é fundamental respeitá-las para garantir o máximo de cuidado. Estar de acordo com todas elas é uma forma de garantir ao paciente o máximo cuidado, segurança e qualidade.

Por isso, a dica é apenas buscar por uma empresa de ambulância que já tenha certificação e se adeque em tudo o que a lei exige.

Como chamar uma ambulância com UTI?

Vamos supor que você precise de uma ambulância para empresa que tenha UTI móvel, como fazer para contratar?

Quanto a isso, saiba que não é necessário informar ao atendente que precisa dessa estrutura. Na verdade, o próprio atendente, através de algumas perguntas, será capaz de identificar qual é a sua necessidade.

Então, ele mesmo irá enviar uma ambulância emergência de acordo com o que a situação realmente exige.

Até porque, para quem é leigo, pode ser difícil identificar com 100% de exatidão quando uma situação exige uma ambulância com UTI ou não.

WhatsApp

Saiba mais:

Gostou desse artigo? 

Últimas Notícias
Categorias
ambulância qual valor

Ambulância qual valor?

Curitiba, 05 de agosto de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. Com certeza você concorda com a afirmação de que os serviços de ambulância são vitais

Leia mais »