Alzheimer: o que é e quais são as fases?

alzheimer

Curitiba, 24 de fevereiro de 2022, escrito por Gilson Rodrigues. O Alzheimer é uma das doenças que as pessoas mais temem. Afinal de contas, trata-se de um problema que impacta não apenas a pessoa que é acometida pela doença. Na verdade, amigos, familiares ou até vizinhos também sofrem as consequências.

No entanto, ainda que seja um problema que muitas pessoas têm, o fato é que nem todos têm o devido entendimento a respeito dessa doença. Será que há algum teste para Alzheimer? Ou, será que o Alzheimer é hereditário?

Essas são questões bastante simples, é verdade. No entanto, a fim de fazer com que você tenha mais entendimento a respeito desse assunto, é essencial que todas as suas dúvidas tenham uma resposta. Isso é importante até mesmo para você saber como lidar diante dessa situação.

Afinal, há pessoas que têm parente em casa que sofrem desse problema, mas que não compreendem por inteiro essa condição. E uma das formas de melhorar o tratamento é justamente entender essa condição.

Portanto, se você quer saber mais sobre esse assunto, é só continuar nesse artigo. Sem mais delongas, vamos ao que realmente importa!

Precisando de uma ambulância?

WhatsApp

Alzheimer o que é?

alzheimer

Em suma, o Alzheimer nada mais é que uma das formas de demência em pessoas de idade. Trata-se de uma doença que se instala quando o processamento de certas proteínas do nosso sistema nervoso central começa a funcionar de maneira dificultosa.

Então, a partir desse momento, tendem a surgir fragmentos de proteínas mal cortadas e tóxicas. Tudo isso acontece dentro dos neurônios e nos espaços que existem entre eles. E, devido a essa toxicidade, há perda progressiva dos neurônios.

Essa perda ocorre em algumas partes específicas do cérebro, mas a principal delas diz respeito ao hipocampo. O Alzheimer hipocampo tem direta ligação. Afinal de contas, é essa parte do cérebro que controla a memória.

Estamos online para te ajudar! Fale com nosso especialista:

WhatsApp

Alzheimer sintomas

É de grande importância saber o que é Alzheimer e quais os sintomas. Afinal de contas, por ser uma doença que exige tratamento rápido, deve-se ficar atento a todos os sinais. E, ao menor deles, deve-se procurar pelo médico.

No entanto, quanto a esse assunto, é interessante falar que o Alzheimer tem sinais e sintomas que podem variar de acordo com as fases. Sendo assim, ao identificar os sintomas, torna-se possível, também, avaliar o quão avançado a doença está.

Em vista disso, o Alzheimer sintomas iniciais são as seguintes alterações:

  • Memória;
  • Personalidade;
  • Habilidades visuais;
  • Habilidades espaciais.

Esses são os principais sintomas iniciais. No entanto, à medida que o tempo passa, a doença tende a apresentar outros problemas. Afinal de contas, o Alzheimer é uma doença degenerativa. Portanto, os problemas tendem a avançar com o tempo.

Alzheimer fases

Outra coisa da qual você deve saber sobre esse assunto é que a doença é dividida por fases. Hoje, sabe-se que há Alzheimer 7 estágios e, em cada um deles, o paciente tende a ter alguns sintomas mais característicos.

Quanto a esse assunto, você deve saber que as fases indicam o estágio da doença. Ou seja, é possível saber o quão avançado está a doença. Nos dias de hoje, o entendimento que se tem é o seguinte:

  • Leve: fases 1 a 3;
  • Moderado: fase 4 e 5;
  • Grave: fases 6 e 7.

Abaixo, iremos falar um pouco mais sobre Alzheimer estágios.

Alzheimer 1° fase

O Alzheimer tipo 1 ou Alzheimer 1 fase é o primeiro estágio da doença. Por conta disso, é o período em que o paciente menos sente os impactos da doença. Inclusive, em muitas das vezes, o problema tende a passar despercebido.

Afinal de contas, como sintomas, há pequenos esquecimentos, o que algumas pessoas consideram normais. Então, por não entenderem a gravidade, muitos não procuram ajuda médica logo nesse estágio.

É possível que você se pergunte: Alzheimer qual exame para diagnóstico? Nessa fase, o único exame capaz de identificar é o PET scan, que mostra a imagem de como o cérebro está.

Alzheimer grau 2

No Alzheimer tipo 2 ainda é difícil de identificar algum comportamento estranho, uma vez que há apenas um declínio cognitivo muito leve. Ou seja, a pessoa pode passar a esquecer o nome de um conhecido ou esquecer onde colocou determinado objeto.

O Alzheimer 2 é bem sutil e também não interfere na capacidade de trabalhar, tampouco de viver de forma independente.

Alzheimer grau 3

O Alzheimer 3 fase ainda é um estado leve, no entanto, é a partir dele que se passa a notar algumas mudanças no pensamento e raciocínio do paciente. É nessa fase que os familiares procuram por ajuda médica, pois notam que há algo errado.

Dentre alguns sintomas do Alzheimer nível 3, podemos citar:

  • Fazer a mesma pergunta várias vezes;
  • Ler um livro ou texto e reter muito pouco;
  • Perder ou esquecer onde colocou determinado objeto;
  • Não conseguir lembrar de nomes de pessoas;
  • Ter mais dificuldade em se organizar etc.

O Alzheimer tipo 3 não possui sintomas tão graves e, inclusive, você pode ajudar o paciente, sendo a “memória” dele. Isto é, certificando-se de que ele pague as contas em dia ou mesmo ajudando em seus assuntos financeiros, por exemplo.

Alzheimer grau 4

O Alzheimer tipo 4 ocorre quando os sintomas da fase anterior se agravam. Então, por ser uma fase moderada, é muito mais fácil de identificar. Deve-se procurar ajuda médica o quanto antes, em especial se já estiver nessa fase.

O paciente tende a esquecer de detalhes sobre si mesmo, por exemplo, ou mesmo de ser incapaz de andar de transporte público sozinho ou de dirigir o próprio carro. Fora isso, o paciente pode chegar a esquecer o mês ou estação do ano, por exemplo.

Alzheimer grau 5

Nessa fase o paciente não consegue sobreviver sem ter algum tipo de assistência. E isso acontece porque há uma tendência a perder o controle de onde ele está ou mesmo em relação às horas. Ademais, ele passa a ter dificuldade sobre o seu endereço e o número de telefone.

Alzheimer grau 6

Esse é o início do Alzheimer fase terminal, uma vez que os delírios passam a ser frequentes, como achar que precisa ir ao trabalho, mesmo já sendo aposentado, por exemplo. Ainda que reconheça rostos, acaba esquecendo nomes.

Inclusive, o paciente pode começar a confundir uma pessoa com outra, achando que sua esposa é sua mãe, por exemplo. Nessa fase, é essencial ter um cuidador.

Alzheimer grau 7

O grau 7, ou Alzheimer terminal, é quando o paciente depende totalmente de alguém para cuidados básicos. Afinal de contas, habilidades básicas como comer e caminhar são comprometidas durante essa fase.

Alzheimer fase terminal quanto tempo?

O período de duração varia bastante de acordo com vários fatores, em especial o tratamento feito ao longo da doença. Contudo, como o indivíduo fica alheio à realidade, esse estágio final tende a durar de 1 a 2 anos.

Qual é o tratamento para Alzheimer?

O tratamento é para controlar e retardar os sintomas. Para isso, utiliza-se alguns medicamentos para Alzheimer. Mas, fora isso, é importante fazer terapias, uma vez que elas melhoram a independência e raciocínio do paciente.

No entanto, apenas o médico que acompanha o caso é capaz de falar quais serão os tratamentos. Afinal de contas, cada paciente reage de uma forma. Portanto, o médico deve se preocupar em optar por aquele que mais surte efeitos positivos.

WhatsApp

Saiba mais:

Gostou desse artigo?